Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Petro vence Progresso e acredita at ao fim

Manuel Neto - 24 de Outubro, 2016

Kabuscorp venceu por 3-0 o 4 de Abril

Fotografia: Dombele Bernardo

A  28ª jornada do Girabola ZAP, disputada ontem em simultâneo em distintos Estádios do país  e  marcada pela goleada de 6-0,que o 1º de Agosto infringiu   ao Interclube  em pleno Estádio 22 de Junho, definiu também mais um acompanhante do Porcelana do Cuanza Norte à segunda divisão, a formação do 1º de Maio de Benguela que perdeu diante da Académica do Lobito.

O Petro de Luanda parece decidido a resolver a questão do título na última jornada e mesmo com uma vitória suada sobre o Progresso Sambizanga impediu que os militares aumentassem a vantagem na liderança. Numa altura em que perdia por 1-0, o Progresso ainda teve a oportunidade de chegar à igualdade, mas o atacante Yano acabou por falhar uma grande penalidade, para a alegria dos adeptos petrolíferos que esperam pelo confronto da última jornada com o militares para decidirem a questão do título.

No jogo entre o Kabuscorp do Palanca e  o conjunto do 4 de Abril que estava na iminência de não se realizar devido a greve  que a turma do Cuando Cubango observava e que foi levantada apenas a poucas horas do encontro, foi feliz a turma dirigida por Romeu Filemon que ao jogar em casa fez jus ao seu estatuto de favorito e derrotou o seu adversário em pleno  Estádio da Cidadela  por 3-0, consolidando assim o quarto lugar  da tabela de pontuação.

Já no encontro entre os dois conjuntos benguelenses, Estrela Clube 1º de Maio de Benguela e Académica do Lobito, que lutavam freneticamente pela  manutenção, a turma lobitanga foi a felizarda, pois venceu por 1-0,  alimentando por isso , alguma esperança de permanência no Girabola ZAP.
No jogo realizado no Dundo, o Sagrada Esperança da Lunda Norte, mesmo  a jogar no seu "habitat", não teve arte nem engenho para desfeitear o campeão em titulo, Recreativo do Libolo, e saiu derrotado por 2-1, numa partida onde os lundas foram os melhores na primeira parte  e maus na segunda.

A equipa do Porcelana do Cuanza Norte, já despromovida da competição e mesmo a jogar em sua casa , Estádio dos Denises, não conseguiu pelo menos dignificar o seu nome e  saiu derrotada por 2-0, diante da turma do Recreativo da Caala do Huambo.

 Na Huíla, o Desportivo  foi impotente para travar os moralizados jovens do Progresso da Lunda Sul, ao perderem por 1-0, num jogo marcado pelo equilíbrio ao longo da primeira parte. No reatamento, os comandados por Kito Ribeiro fazendo jus a sua boa forma desportiva, puxaram dos galões e deste modo foram mais eficientes e a vitória não sofre qualquer contestação.