Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Plantel minimiza exigncia dos adeptos

Betumeleano Ferro - 02 de Maio, 2015

Polcias esto em prontido para derrotar os militares e voltar s vitrias no campeonato nacional

Fotografia: Kindala Manuel

O plantel do 1º de Agosto faz ouvidos de mercador ao pedido dos adeptos, para que o Interclube pague esta tarde, às 17h00, no 22 de Junho, a factura do empate com o Petro de Luanda, revelou o capitão Dani Massunguna.

O atleta reconhece que esta exigência não é nova e realça que o grupo está ciente das suas responsabilidades. "Esta situação não é nova para nós, é algo que sempre acontece, mas não podemos dar muita importância a tudo o que os adeptos querem que façamos em campo", argumentou.

A equipa militar conhece bem os seus adeptos e considera normal a vontade manifestada. "Eles querem sempre a vitória", confirma Massunguna.

Promete resistir à pressão vinda das bancadas e alerta que o adversário não é uma equipa qualquer, mas sim um candidato ao título. "O Interclube não é um adversário fácil, nós também gostamos de ganhar, mas sabemos que nem sempre isto acontece", sublinhou.

O Interclube está longe do esplendor que exibiu nas jornadas inaugurais, ainda assim, tem trunfos importantes que são motivo de preocupação para o 1º de Agosto. "Eles têm um bom plantel e acima de tudo é uma equipa que valoriza muito a posse de bola. A forma como eles jogam vai causar muitas dificuldades", disse.

A intermitência de resultados dos polícias de modo algum belisca a qualidade do seu plantel, realçou o capitão Dani Massunguna. "Não vejo nada de anormal em alguns dos resultados que eles fizeram, aliás para nós conta apenas o facto de defrontarmos uma equipa que já liderou o campeonato nacional, tem mais pontos do que nós e está à nossa frente na classificação", afirmou.   O empate frente ao rival Petro de Luanda fez mossa aos adeptos do 1º de Agosto, mas o experiente defesa militar exortou o 12º jogador a manter a fé na equipa.

"O resultado da jornada passada não deixou marcas, a equipa está boa e há muita motivação dentro do plantel para voltarmos o mais rápido possível às vitórias, e queremos que seja já contra o Interclube", garantiu.

A semana de preparação decorreu sem sobressaltos, esta é a garantia que o capitão usou para pedir o apoio dos adeptos no 22 de Junho. "Toda a equipa está preparada para fazer um bom jogo, a nossa grande intenção é provar que estamos num bom momento de forma, obtendo bons resultados com a grande ajuda dos adeptos", assegurou.

O plantel conversou muito durante a semana e todos se mostraram preparados para dar o litro, contribuindo para a conquista dos 3 pontos. "Aquilo que temos conversado demonstra que todos nós queremos ganhar este jogo, cada um está ciente das dificuldades a enfrentar", concluiu.  


DANI MASSUNGUNA
"Estou preparado
para voltar a jogar"


A tranquila semana laboral aumentou a convicção de Dani Massunguna de que vai voltar a recuperar esta tarde o braçal de capitão e o lugar no eixo defensivo do 1º de Agosto.

O defesa garante estar em óptimas condições físicas para jogar quantos minutos forem necessários. "Tudo depende da opção do treinador, se ele me escolher vou dar o meu máximo, como sempre fiz", prometeu.

O central mais valioso dos militares esteve afastado várias jornadas por lesão. Esteve no banco de suplentes na ronda passada contra o Petro de Luanda, mas agora pressente que vai receber novo voto de confiança de Jovic. "A minha condição física melhorou muito durante estes dias e sinto que estou recuperado em relação aos dias anteriores", defendeu.

O capitão considera o dérbi contra o Interclube como o momento ideal para regressar e se isto acontecer promete corresponder à expectativa. "Eu sinto-me bem, estou preparado para fazer o meu melhor em campo como acontecia antes da lesão. Se o treinador apostar em mim espero voltar com uma boa exibição", mostrou-se convicto.

A linha avançada do Interclube é composta por avançados rápidos e oportunos, como o esquerdino Moco, mas o consagrado Dani Massunguna diz estar tranquilo com a possibilidade de ganhar o duelo com os dianteiros adversários.

"Quem faz parte de um plantel como o nosso, tem de estar sempre preparado para lidar com a pressão e acredito que estou preparado para jogar e enfrentar todos os adversários que me aparecerem pela frente", garantiu.

"Tenho de estar sempre preparado para jogar e quando as coisas correm mal não posso inventar desculpas acerca do que o treinador e a equipa esperam de mim. Devo estar em prontidão quando for chamado e corresponder à expectativa", argumentou.

O tempo de ausência de Dani Massunguna coincidiu com a melhor fase do 1º de Agosto no campeonato nacional. A equipa conseguiu triunfos consecutivos sem os préstimos do capitão.            
B. Ferrão