Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Plantel realiza jogos em Benguela

Gaud?ncio Hamelay-no Lubango - 26 de Janeiro, 2017

“Vamos fazer também os nossos jogos oficiais, como campo principal, no Estádio do Ferroviário da Huíla

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Clube Desportivo da Huíla inicia hoje, na província de Benguela, o estágio pré-competitivo com vista a época 2017, pretende o efeito realizar duas partidas amistosas, diante do 1º de Maio de local e o Recreativo da Caála.

O director de comunicação e marketing do clube militar da Região Sul, Adriano Lopes, revelou ao Jornal dos Desportos que estão ultrapassadas algumas questões do ponto de vista administrativo, pelo que a direcção decidiu deslocar a equipa de futebol à província de Benguela para realizar dois jogos amistosos.

“Depois de resolvidas algumas questões do ponto de vista administrativo, vamos fazer (amanhã) hoje, a nossa deslocação à província de Benguela, como antecâmara da nossa pré-época desportiva, já que grande parte das equipas do Girabola estão naquela parcela do país”, destacou.

“Vamos aproveitar o momento para realizar dois jogos, inicialmente, com o 1º de Maio de Benguela e depois com o Recreativo da Caála. Esses amistosos visam dar alguma endurance e preparar convenientemente a equipa para a competitividade que se avizinha, já no dia 11 de Fevereiro, em que vamos receber o ASA na primeira jornada no nosso reduto”, confirmou Adriano Lopes.

O director para a área de comunicação e marketing do Clube Desportivo da Huíla, adiantou que graças aos esforços, em primeiro plano da equipa técnica e dos jogadores que começaram a trabalhar há cerca de 20 dias com o novo técnico Mário Soares, não há grandes sobressaltos na preparação.
Acrescentou que na primeira fase da preparação, a equipa técnico dividiu os trabalhos da pré época, com os treinos a decorrer no polígono florestal da Humpata (20 kms da cidade do Lubango), campo Nossa Senhora do Monte e Estádio do Ferroviário da Huíla.

Garantiu que os jogos oficiais da equipa, durante a temporada desportiva de 2017, vão ser feitos no Estádio do Ferroviário da Huíla, por ser o único recinto desportivo a nível da província, que oferece actualmente as mínimas condições para a prática de futebol.

 “Vamos fazer também os nossos jogos oficiais, como campo principal, no Estádio do Ferroviário da Huíla. Se houver qualquer contratempo  é que seremos virtualmente forçados a mudar para alguma província limítrofe.

Porém, ainda estamos expectantes na recuperação do Estádio do Benfica Petróleos do Lubango. Enquanto o Estádio Nacional da Tundavala, não estiver em condições para receber jogos do Girabola, devido à situação de degradação total da relva, que é um assunto do domínio de todos, vamos nos manter conforme está”, disse.

Adriano Lopes anunciou que a par da deslocação do Desportivo da Huíla à província de Benguela, a direcção está a envidar esforços no sentido de proceder a apresentação oficial do plantel para a época futebolística de 2017, aos sócios e público desta cidade, em data a anunciar brevemente.

Disse que as equipas contactadas pela direcção do clube, para que “pudéssemos ter essa oportunidade de mostrar as nossas valência, mostraram-se indisponíveis. Ainda assim, mantemos o propósito de apresentar oficialmente o nosso plantel”, assegurou.

Revelou que no âmbito da pré época, o conjunto militar desloca-se no dia 5 de Fevereiro à capital do país, para realizar uma partida com o Petro Atlético de Luanda, na apresentação do plantel da formação do Catetão para a época 2017, aos seus sócios e adeptos.

“Vamos ter a honra de ser a equipa 'antagonista de momento' para poder então fazer este jogo, e que vai servir certamente para a nossa equipa técnica tirar as ilações que se impõem, com vista o primeiro jogo com o ASA”, destacou.