Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Plantel trabalha com cautelas

Avelino Umba - 03 de Outubro, 2019

Sambilas querem ultrapassar perda de pontos no regresso de Benguela

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

Digerida a derrota (0-2) da jornada anterior, diante do Williete de Benguela, o Progresso do Sambizanga iniciou a sua preparação para a visita ao 1º de Maio, no sábado às 15h00, no Estádio do Municipal, com bastante cautelas para não voltar a ceder pontos.
O treinador -adjunto da formação sambila, Diogo Pedro, assegurou que a equipa está ciente do momento menos bom que os proletários enfrentam esta época, disputadas já seis jornadas sem vencer nenhum jogo, de certeza que vão tentar terminar com esta fase.
\"A equipa possui jogadores com qualidade e está a trabalhar durante a semana com argumentos suficientes para contrapor o adversário, em sua casa, pois, não atravessa uma fase boa e procura a sua primeira vitória na competição\", realçou.
A finalização continua a ser a preocupação do técnico Kito Ribeiro e  de seus colaboradores, que insistem na melhoria da eficácia dos atacantes para regressarem aos triunfos, no retorno a Benguela. Ainda assim, o JD constatou, que a motivação no seio do grupo é alta e de muita confiança. O entusiasmo tomou conta da equipa, que espera não voltar a tropeçar no jogo e  defende o triunfo como o resultado que mais interessa ao plantel. Na sessão de ontem à tarde, os  sambilas fizeram ainda exercícios físicos, sem descurar a circulação de bola e os ensaios técnicos e tácticos, em que foi notória o empenho dos atletas. 
Recuperar  pontos perdidos na jornada anteriores, é o grande objectivo do técnico Kito Ribeiro, que  conta com todos os jogadores.

ANTECIPAÇÃO AO JOGO
Proletários rejeitam pedido dos sambilas

O 1º de Maio de Benguela rejeitou o pedido do Progresso do Sambizanga para a antecipação do jogo de sábado para ontem (quarta-feira), no sentido de evitar mais gastos na capital.
De acordo com o vice-presidente, Manuel Dias dos Santos, o grémio sambila, por força do calendário, pretendia aproveitar a estada nas terras das acácias rubras, onde jogou com o Williete, para disputar a partida referente à 7ª jornada.
\"De modos a juntar o útil ao agradável, isto é, não realizar duas viagens em menos de duas semanas, na mesma província e atendendo aos custos, solicitamos à direcção de Rui Araújo a hipótese de antecipar o jogo para ontem, quarta-feira, mas o nosso pedido não foi aceite\", lamentou.
Esclareceu que os proletários apontaram como justificativo da não antecipação do jogo, a fraca receita, pois, a quarta-feira é um dia normal de trabalho. \"A direcção do 1º de Maio apontou como motivo, para não aceder ao nosso pedido, a fraca receita que podia advir da antecipação\", destacou.
Contactado pelo JD, o presidente da formação da Rua Domingos do Ò confirmou e fundamentou ao nosso jornal, que não houve má fé e muito menos falta de colaboração. Disse, que o Maio enfrenta uma fase crítica e não está em condições de dispersar receitas.\"Nós estamos com sérios problemas de receitas e para antecipar um jogo destes, carece de acerto de grande índole, entre as parte, pois, como todos sabemos, as receitas de um jogo de fim-de-semana, não são as mesmas do jogo ao meio da semana.  Deste modo, respondi, via mensagem, por telefone, a evocar as condições que se impunham, mas não fui  correspondido\", esclareceu Rui Araújo.