Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polcias cautelosos recebem lees no fecho da jornada

VALDIA KAMBATA - 23 de Julho, 2018

Plantel do Interclube admite que o Sporting um dos adversrios mais complicados neste momento no Girabola

Fotografia: JOSE COLA | Edies Novembro

O Interclube encara com muitas cautelas o jogo desta tarde, a partir das 15h00, no Estádio 22 de Junho, frente ao Sporting de Cabinda, na partida que marca o encerramento vigésima quinta  jornada  do campeonato nacional da 1º divisão. Paulo Torres,  técnico principal  da formação da polícia, assegurou ao Jornal dos Desportos que, apesar de reconhecerem o excelente campeonato que o adversário está a realizar, acredita num desfecho vitorioso para manterem a perseguição aos líderes.
\"Trabalhámos bem esta semana,  sem grandes  constrangimentos. E como tenho  dito, se  fizermos  metade daquilo que  temos feito nos treinos, tenho a certeza que  vamos conseguir  vencer  este  jogo\", salientou, confiante num desfecho airoso esta tarde.
 O técnico luso admite, que o Sporting de Cabinda está a competir muito bem e a efectuar uma boa segunda volta. Ainda assim, mantém a disposição de não permitir, que os leões compliquem os objectivos traçados para este embate.
\" Apesar de termos ganho na primeira volta, reconhecemos ser bastante difícil, defrontar o Sporting de Cabinda, uma equipa que está a jogar sem medo, por isso, vamos ter muita atenção e procurar fazer um bom jogo\", destacou.Paulo Torres sublinhou que, o mais importante, é manter a equipa num nível alto, para enfrentar qualquer adversário. \"O mais importante, neste momento, é saber que a nossa equipa está preparada para fazer um bom jogo\".O técnico reiterou a disposição de voltar a somar mais três pontos na prova.
\"Vai ser difícil, porque eles têm jogadores muito fortes. Conhecemo-los bem e é preciso alguma prudência, já que eles têm o mesmo objectivo, para se manterem na primeira divisão\", alertou.Para recepção aos leões, os polícias trabalharam nas últimas sessões da semana, na melhoria da vertente atacante. O técnico não escondeu a necessidade de marcarem o maior número de golos possíveis, para vencerem o jogo.
Essa vontade foi visível no treino de ontem, em que o treinador insistiu no ataque combinado e com remates de longa distância, ficando bem vincada a vontade de conquistar os três pontos e dar uma certa estabilidade a equipa.

INTERCLUBE
Plantel descarta surpresa esta tarde

Os polícias, que não têm aproveitado os constantes tropeços dos primeiros classificados, para ganharem posições mais vantajosas na classificação, tudo vão fazer para tirarem dividendo da perca de ponto de um dos crónicos candidatos ao título, no clássico disputado ontem, para ficarem mais próximos da liderança.
Para a recepção ao Sporting, o Interclube não conta com o defesa central Valdez, que viu a cartolina vermelha no jogo passado diante do Kabuscorp do Palanca. Voltam a falhar o embate de logo mais, o médio trinco Pirolito e o defesa central Baca, submetidos a intervenção cirúrgica.
Não obstante essas baixas, os atletas disponíveis continuam a mostrar boa disposição, e a vontade de superarem o seu oponente é visível no rosto de todos os jogadores. A equipa sente que o clássico disputado ontem aconteceu no momento certo, pois permitiu a um dos oponentes perder pontos.
No treino derradeiro, que teve a duração de duas horas, a alegria manifestada pelo plantel, foi uma demonstração de que o empate no jogo passado foi digerido e as atenções agora estão centradas na recepção ao Sporting.A equipa afecta ao Ministério do Interior, que tenta \'domar\' os leões, deve entrar com o seguinte “onze” : Landu; Carlitos, Fabrício, Jô e Rene; Mandinho, Denny, Paty e Silva; Mano Calesso e Pedro.

TÉCNICO do  SPORTING
“ Estamos coesos e determinados”


O Sporting de Cabinda definiu como objectivo para a visita ao Interclube vencer o jogo. Motivados pela excelente campanha que estão a realizar no campeonato, os leões montaram a melhor estratégia para não serem abatido pelos polícias.
O técnico Emena Kwazambi reconhece as dificuldades a encontrar no desafio, mas garante que os seus atletas tudo vão fazer para contrariarem o potencial e os intentos do Interclube em sua casa.
“Reconheço que a equipa vai encontrar dificuldades neste desafio, mas vamos procurar fazer o nosso melhor para pontuarmos. Para conseguirmos este objectivo, temos de fechar as linhas de passe da equipa adversária, porque é muito forte nos lances longos e os seus jogadores são velozes em acções ofensivas, principalmente o Mano Calesso”, realçou.
Referiu estar satisfeito com o desempenho dos seus jogadores, sobretudo no sector atacante, o que o deixa mais tranquilo. “Neste momento a equipa está unida e coesa em todos os sectores, o que satisfaz a equipa técnica. Para o jogo frente ao Interclube temos apenas uma baixa, o avançado Owe contraiu uma lesão no jogo frente ao Desportivo da Huíla, no seu lugar vai entrar o atacante do Mali, Traoré”, revelou.
 “Temos vindo a incentivar os jogadores à darem o seu máximo porque são capazes de irem mais longe nesta competição, como temos constatado. Aliás, temos um grupo com jovens talentosos e com qualidades técnicas acima da média para militarem nos principais clubes deste país”, referiu.
O capitão Isaías, 24 anos, disse que o Sporting de Cabinda vai entrar para este desafio com o objectivo de garantir os três pontos e assegurar a permanência no Girabola.
“O nosso desejo é de manter a equipa na Iª Divisão e resta-nos 4 pontos para conseguirmos este sonho, por isso, apelo a todos os adeptos do clube a continuarem a apoiar a equipa para alcançarmos os nossos objectivos”, concluiu o médio central dos verde e branco de Cabinda.
Joaquim Suami|Cabinda