Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polícias cedem pontos em casa

Valódia Kambata - 29 de Outubro, 2017

O Desportivo da Huíla garantiu a sua permanência no Girabola

Fotografia: Contreiras Pipas/Edições Novembro

Com a permanência garantida, o Desportivo da Huíla veio para este jogo totalmente descontraído, procurou fazer um bom resultado e manter na senda dos resultados positivos. Em função dessa postura rapidamente assumiram o controle do jogo e não davam espaço de manobra ao Interclube que jogava em casa.

O primeiro grande sinal de perigo aconteceu aos 6\' com Cagodó de muito longe a  rematar forte e a bola a passar rentinho a trave da baliza defendida por Nelson para calafrio do banco e os adeptos da equipa afecta ao Rocha Pinto. Os polícias meio desencontrados pouco ou nada faziam para contrapor a investida dos militares da Região Sul. Nem o factor casa servia para espevitar o conjunto orientado por Paulo Torres.

Cagodó o jogador de maior progressão na equipa huilana, assumia de peito aberto o ataque dos forasteiros e aos 20\', numa jogada rápida de contra-ataque assistiu na grande área Kembua que não conseguiu concluir a jogada frente a baliza dos polícias. Ante a ousadia da formação contrária a equipa técnica do Interclube respondeu com duas substituições correndo todos os riscos, isto é, tirarem dois atletas ainda no primeiro tempo. Karanga entrou para o lugar de Kiloy e Lindala rendeu Ady.

A partir deste período os polícias mudaram o rumo do jogo e passaram a atacar com mais qualidade e eficácia. Equilibraram a partida e assumiram uma certa superioridade, mas sem grandes situações de golo.

Na segunda parte quando tudo indicavam que a equipa da casa entraria a desenvolver o seu futebol e controlar a partida, no entanto, foram os visitantes que voltaram a assumir o domínio do jogo.

O Interclube reagiu e num ápice voltou a tomar às rédeas do jogo. O primeiro sinal de perigo aconteceu por intermédio de Moco que à entrada da área rematou forte para a defesa de Kiss. O guarda-redes do Desportivo voltou a ser determinante ao anular todas a investidas do adversário por intermédio de Moco, Paty e Valdez.

Nuno Sumbo e seus auxiliares realizaram uma boa arbitragem. Controlaram o jogo com boa sincronização com os seus auxiliares.