Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polcias cumprem dever caseiro

Valdia Kambata - 01 de Maio, 2016

Grmio da Polcia soma mais uma vitria depois da epopeia de quarta-feira no Dundo no desafio com o Sagrada Esperana da Lunda Norte de acerto quarta jornada do campeonato

Fotografia: Paulo Mulaza

O Interclube, seguro de que as coisas estavam no rumo certo, depois da vitória sobre o Sagrada Esperança, entrou com muita confiança e determinação no jogo de ontem, no 22 de Junho, diante do Atlético Sport Aviação (ASA). Os policias sabiam que teriam pela frente, um adversário sedento de pontos, por isso entraram com todas as forças no intuito de jogar olho no olho, mesmo sabendo que os aviadores já não venciam no Girabola Zap há três jornadas.

O primeiro sinal de perigo pertenceu à equipa da casa, com Pulson a combinar bem com Nandinho, que cruzou à entrada da pequena área, mas em face ao reflexo solar, jogador da equipa da Polícia não conseguiu marcar o golo.

Mas os aviadores não se limitavam a ver o Interclube dominar o jogo, também procuravam surpreender os polícias com saídas rápidas de contra-ataque. O médio Milex, um dos mais irrequieto entre os aviadores, procurava sempre visar à baliza de Nelson com remates surpresa.

Aos 40 minutos,  os polícias tiveram outra grande oportunidade para marcar, quando Nandinho tirou três adversários do caminho, assistiu Pulson que devolveu a bola e na pequena área, isolado rematou à figura de Maguette.

As duas equipas foram para o intervalo empatados sem golos, deixando claro que a segunda parte seria melhor. E tal aconteceu, só que para o lado dos polícias. Pirolito entrou para o lugar de Kibeixa e deu mais dinâmica no meio-campo. Com isso, Nandinho ganhou mais espaço e foi criando várias oportunidades de golo mas o ponta-de-lança Chico, em tarde para esquecer, não conseguia traduzir as oportunidades em golo.

Aos 78´, numa joga  de contra-ataque, Pirolito assistiu Chico que na grande área passou pelo guarda-redes aviador e assistiu Dasfaa que num remate forte bateu Maguette. Embora tenham sofrido o golo, a equipa do aeroporto não  baixou os braços e continuou a lutar. Aos 88´, numa jogada na grande área a bola embateu na mão do avançado David. O árbitro marcou penálti contra o Interclube. No entanto, o seu auxiliar corrigiu e o juiz anulou a decisão.

Em consequência disso, surgiu uma pequena confusão e o médio Paty, do Interclube,   foi expulso por dirigir palavras ao árbitro.


ARBITRAGEM
Trabalho razoável


A equipa de arbitragem liderada por  José  Álvaro, proveniente da província da Huíla, começou a partida tarde com um minuto de atraso. Ainda assim, esteve bem no ajuizamento da jogadas. Na segunda parte, o juiz assinalou mal um penálti contra a formação do Interclube, mas valeu a pronta intervenção do seu auxiliar que corrigiu a falha. Trabalho sem qualquer influência no desfecho. 

MELHOR EM CAMPO
Pulmão de Paty


A expulsão do médio Paty, do Interclube, na parte final do jogo, não apaga a boa prestação que teve na partida em que venceram ontem à tarde, no estádio 22 de Junho, o Atlético Sport Aviação (ASA) por 2-1. O capitão da equipa da Polícia, mostrou mais uma vez, que é o grande pulmão da formação treinada por  Zdravko Logarusic. Jogou e fez jogar a equipa.


OPINIÃO DOS TÉCNICOS


José Luís Borges
(Interclube)

“Marcámos no momento certo”

"Foi um bom jogo para as duas equipas . Nós, em cada jogo, procuramos sempre entrar para ganhar. Felizmente conseguimos mais uma vitória, a segunda consecutiva, e era isso que procurávamos . Não foi muito bem conseguida, pois as duas equipas apresentaram-se se cansadas e isso influenciou um pouco o desempenho do jogo.  Marcámos um golo no momento certo e estamos de parabéns".


Roberto do Carmo
(ASA)

“Empate seria justo”

"A equipa jogou bem. O placar foi justo na primeira parte, onde as duas equipas procuraram jogar um bom futebol. Conseguimos inúmeras oportunidades que poderiam dar golo. Na segunda parte o Interclube apostou todas as fichas e conseguiu um golo justo. Conseguimos um penálti que foi anulado e até agora não sabemos o que aconteceu. O justo hoje (ontem) seria o empate".