Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polcias impem ordem no Dundo

Armando Sapalo, no Dundo - 28 de Abril, 2016

Polcias sem meias medidas conseguem os trs pontos no reduto dos diamantferos e continuam a subir na tabela classificativa do campeonato

Fotografia: Paulo Mulaza

O Sagrada Esperança perdeu ontem no Dundo  por 0-2 diante do Interclube num dos jogos que encerrou a quarta jornada do Girabola Zap, numa partida manchada pela má actuação do árbitro Mauro de Oliveira que prejudicou a equipa da casa. Os golos do Interclube foram apontados por Poulson aos 39´e Moco aos 9+4´.

 As duas equipas entraram com muita disposição para o jogo e ambas estiveram lançadas ao ataque. A primeira grande ocasião de golo pertenceu aos forasteiros, por intermédio de Nandinho, que apareceu isolado na grande área contrária, mas sem eficácia na finalização, pois, rematou para cima da baliza de Yuri.

Os diamantíferos reagiram com dois perigos que deixaram em apuros o último reduto dos polícias. Só faltou pontaria aos atacantes do Sagrada Esperança. Joca e Larrama desperdiçaram duas das maiores oportunidades criadas pelos donos da casa nos minutos 15´e 16.

 A primeira parte que foi intensa e muito disputada dada a qualidade apresentada pelos contendores que entraram decididos a resolver as coisas logo no inicio. O primeiro período do desafio, ficou marcado, negativamente, pelo festival de falhanços por parte dos atacantes das duas formações.

Aos 20´, o Interclube voltou a perder mais uma oportunidade de violar as redes da baliza do Sagrada Esperança.  Numa jogada de confusão, Paty saiu a melhor na disputa da bola com o defesa Lulas, conseguiu livrar-se da muralha defensiva do Sagrada e  livre de marcação o médio rematou forte para afigura do guarda-redes Yuri, que evitou o pior para o conjunto lunda. Mas quando eram decorridos 39´ o Interclube redimiu-se  de todos  falhanços com o golo que o colocou à frente do marcador.

Após uma excelente arrancada, Paty, que saiu do meio-campo  para o lado direito do ataque da sua equipa, cruzou atrasado para a pequena área, onde surgiu o avançado Paulson que, por sua vez, mostrou eficácia na finalização, batendo o guarda-redes Yuri.

Depois de sofrer o golo, o Sagrada Esperança tentou imprimir uma nova dinâmica no seu jogo ofensivo mas que não resultou em nada.
 
Com o objectivo de dar à volta ao resultado, o técnico Zoran Maki efectuou duas substituições seguidas, antes do inicio da segunda parte, com a entrada de Miguel para o ataque e Tresor, no meio-campo. A estratégia do timoneiro diamantífero foi reforçar o ataque. Sem capacidade nem imaginação de inverter as coisas, o Sagrada Esperança sofreu mais um golo, aos 9+4´. O segundo golo que confirmou a vitoria do Interclube no Dundo pertenceu a Moco que em apenas um minuto depois de saltar do banco fez o gosto ao seu pé.

ARBITRAGEM
Trabalho contestado


O árbitro Mauro de Oliveira da província da Luanda, protagonizou ontem, no Dundo , uma das piores arbitragens deste primeiro turno do Girabola Zap. O juiz prejudicou imenso a formação do Sagrada Esperança, pois a aplicação dos seus critérios durante o desafio foram muito duvidosos e com tendências que mostraram ser favoráveis ao Interclube.
Além do fora de jogo que apenas foi visto por si e por um dos seus assistentes quando tinham sido disputados 19´ na primeira parte, caprichosamente o árbitro não foi capaz de assinalar um penálti a favor da equipa da casa num lance em o defensor do Interclube desviou a trajectória da bola na grande área com a mão, após um remate cruzado de Capuco.


DECLARAÇÕES DOS TÉCNICOS

Zoran Maki - “Arbitragem pecou”

“ Foi um jogo  equilibrado onde as duas equipas criaram oportunidades de golos. O Interclube foi feliz ao marcar na primeira parte, mas o árbitro estragou o jogo e prejudicou-nos muito por não assinalar aquele penálti a nosso favor. Portanto, neste jogo não houve segunda parte porque o árbitro decidiu estragar tudo” .

Luís Borges - (Interclube)
“ Vitória importante”

“ Foi uma vitória importante que vai galvanizar o grupo. De antemão conhecíamos o valor do Sagrada Esperança , mas viemos aqui com a missão estudada e conseguimos três pontos. Agora vamos ser o mesmo Interclube de sempre , com ambição e vontade de vencer todos os jogos”

MELHOR EM CAMPO
Paty mostra classe 


O médio Paty, do Interclube, foi a melhor unidade no jogo de ontem  diante do   Sagrada Esperança, que encerrou a quarta jornada do Girabola Zap. Além de assumir todas iniciativas de organização do jogo ofensivo, o médio criativo dos polícias fez a assistência que permitiu à sua equipa marcar o primeiro dos dois golos que valeu a conquista dos três preciosos pontos no Dundo.