Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polícias querem vencer no fecho

Valódia Kambata - 02 de Novembro, 2017

Interclube ambiciona vitoria, na deslocação ao Moxico

Fotografia: Rogério Tuty

O Interclube ambiciona encerrar o Girabola Zap com uma vitória, na deslocação ao Moxico, ao encontro do Bravos do Maquis. Os polícias esboçam, no Estádio 22 de Junho, a melhor estratégia para alcançarem o objectivo que perseguem.
O técnico Paulo Torres não dá 'tréguas' aos seus atacantes, e  mantém o mesmo grau de exigência em relação as debilidades que aos atletas continuam a manifestar, com destaque para fraca eficácia no sector atacante.
Para colmatar o défice, o treinador intensifica a atenção e espera que os atacantes consigam colmatar a brecha, que influenciou para não alcançarem os objectivos traçados para a temporada, nas duas maiores provas do futebol nacional.
Na sessão de ontem, antecedido de uma pequena palestra, em que a equipa técnica falou com os jogadores sobre o estado actual do plantel e da necessidade de vencer para manterem a classificação, e quiçá, trocar de posição com o Recreativo do Libolo.
Em conversa com o nosso jornal, Paulo Torres classificou a equipa do Bravos do Maquis,  “muito perigosa a jogar em casa” e alertou aos atletas para manterem a concentração.  
“Estamos a trabalhar com muita prudência para este jogo, pois, cremos que vamos enfrentar um grupo que vai lutar para uma vitória em sua casa”, concluiu o treinador português.
Para regressarem do Moxico com um resultado positivo, a preparação dos polícias  incide nos aspectos físicos e tácticos, com objectivo de dar mais consistência ao grupo.  
De resto, foi notória a entrega dos jogadores, a julgar pela boa disposição patenteada ao longo do treino, com vista a uma boa prestação e por conseguinte, um resultado que satisfaça os intentos do grupo de trabalho.
Fracassado o propósito traçado para esta época, os polícias aspiram fechar em grande o campeonato nacional, por isso, a vitória é o resultado que perseguem.

LESIONADO
Neblú em dúvida no fim da época


O guarda redes do Interclube, Neblu, que se lesionou no jogo dos oitavos - de - final da Taça de Angola, diante do 1º de Agosto, não deve defrontar o Bravos do Maquis.
O jovem atleta continua a trabalhar para a recuperação, e está em dúvida para os eleitos  no jogo do adeus ao Girabola Zap 2017. A concretizar-se o afastamento, no leque dos convocados, termina a época mais cedo.
Confirmada está a ausência do médio ofensivo Karanga, por castigo federativo, por ver a quinta cartolina amarela, no jogo da recepção ao Desportivo da Huíla.
Para amanhã, está agendado um jogo -treino, com a equipa de juniores. Com todos os jogadores disponíveis, os polícias querem sair do Estádio Mundunduleno com um resultado positivo. O JD apurou, que a direcção do Interclube prepara a próxima época com antecedência, numa clara demonstração de prontidão para voltar a competir até as últimas consequências, com os outros candidatos.
Segundo uma fonte afecta à equipa do Rocha Pinto, alguns atletas estão a ser contactados para reforçarem o plantel, embora, garante que a intenção é de não mexerem muito na espinha dorsal do actual grupo de trabalhos.

30ª JORNADA
Expectativa sobre
descida de divisão


Com a questão do título resolvida, cresce a expectativa em torno das equipas que acompanham o Santa Rita de Cássia  para a segunda divisão. As aflitas formações do Progresso da Lunda- Sul, Académica do Lobito, JGM do Huambo e Atlético Sport Aviação (ASA) centralizam as atenções da 30ª e última jornada do Girabola2017, pois, vêem-se envolvidas numa luta por dois lugares para permanência na primeira divisão do futebol nacional, enquanto outras duas, vão descer ao segundo escalão
Os “aviadores” são os únicos que dependem de terceiros, ocupam a 15ª posição com 26 pontos e ainda que vençam, no Estádio do Buraco, a Académica do Lobito (13º com 27 pontos) têm de esperar por um deslize do JGM (14º/27p), que joga com o Recreativo da Caála.
No entanto, o facto de JGM e Caála serem da província do Huambo e os “caálenses” terem assegurada a nona posição da tabela classificativa com 41 pontos, pode propiciar um ambiente menos favorável ao ASA.
Um empate entre aviadores e académicos é insuficiente para a permanência dos dois conjuntosk, no campeonato nacional, uma vez que podem ser ultrapassados pelo JGM.
Por sua vez, o Progresso da Lunda - Sul tem mais probabilidades de  manter-se na primeira divisão em relação ao JGM, visto ter 29 pontos em 12º lugar, e com um empate pode totalizar 30, número possível de ser alcançado pela equipa do Huambo, mas os lundas levam vantagem nos jogos entre si, face a vitória de 3-0, na segunda volta. Na primeira volta empataram 1-1.
O Progresso da Lunda- Sul tem deslocação difícil ao terreno do “tranquilo” Desportivo da Huíla, sétimo com 41 pontos. Despromovido está o Santa Rita de Cássia do Uíge, último classificado com 17 pontos.   
O ASA é totalista na história do Girabola, a par do 1º de Agosto, desde 1979, mas esse ano arrisca-se a perder tal estatuto. Outros jogos da 30ª ronda são, Sagrada Esperança -Libolo, Bravos do Maquis - Interclube, Santa Rita -Progresso do Sambizanga, 1º de Maio -Petro de Luanda e 1º de Agosto -Kabuscorp.
O 1º de Agosto, com 65 pontos, sagrou-se antecipadamente, campeão na ronda anterior.

CUNENE
Candidatos a árbitro recebem formação


Estão inscritos em Ondjiva, para receberem formação, estão 53 candidatos a árbitro de futebol, acção de capacitação tendente a elevar os níveis técnicos.
Durante três dias, os formandos abordam em aulas práticas e teóricas, matérias ligadas às leis de jogo, perfil do juiz , e preparação físico -técnica.
O director local dos Desportos, António José, disse na abertura que o objectivo é potenciar os participantes, de modo a melhorar o desempenho da arbitragem na região. A formação é uma organização da Associação local, em coordenação com a Federação angolana da  modalidade.