Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polcias redobram prontido

Valdia Kambata - 10 de Setembro, 2016

Defesa Valdez reconhece fase crtica nesta altura de temporada

Fotografia: Paulo Mulaza

O plantel do Interclube encara o dérbi desta tarde, às 15h00, no Estádio 22 de Junho, com o Kabuscorp do Palanca, como um duelo com responsabilidade redobrada e ciente de que a melhoria da classificação é o mínimo que se exige à equipa que colocou a fasquia no topo da classificação do Girabola Zap 2016 como meta, agora com poucas hipóteses de concretizar.

O defesa central Valdez defendeu ontem ao Jornal dos Desportos, que a motivação do grupo é boa, embora, com sentimento de fracasso depois do afastamento da Taça de Angola, ainda assim, promete dignificar as cores do clube.  

“Perdemos a possibilidade de conquistar a Taça de Angola, e o campeonato nacional está praticamente perdido, embora matematicamente ainda seja possível. Estamos cientes que as coisas estão complicadas, só nos resta melhorar a nossa classificação”, salientou o central dos polícias.

Destaca a importância de manter a mesma disposição, para amealhar o maior número de pontos possíveis, e aguardar as contas finais para fazer o balanço da época. Contudo, para o jogo de hoje reconhece o grau de dificuldades e assume a necessidade de vencer o Kabuscorp.

“Será um jogo difícil, visto que o adversário não é uma equipa qualquer,  neste momento está motivada, vem de uma vitória e um empate.
Respeitamos, mas estamos confiantes na vitória”, vaticinou, no final da uma sessão de trabalhos da semana, no Estádio 22 de Junho.

Admitiu, que a equipa não esteve bem nos últimos jogos, mas acredita na inversão e garante uma exibição com resultado ao nível do estatuto do Interclube. “A derrota já foi digerida, estamos prontos e preparados para o jogo, queremos regressar às vitórias”, salientou.

“É um jogo fundamental e importante para nós, e queremos vencer para assaltar o quarto lugar. Acreditamos que temos capacidade para vencer o Kabuscorp do Palanca, vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance, lutar até à exaustão para garantir os três pontos”, sublinhou.

Em relação ao ambiente no balneário, Valdez assegurou ser tranquilo, mas cientes de que estão distantes dos objectivos traçados pela direcção do clube. “É ponto assente, que estamos longe da meta, mas temos de levantar a cabeça para assumir as nossas falhas, e procuramos vencer todos os jogos”, realçou. 

A nível particular, o jogador garantiu estar preparado para o que der e vier, em prol do Interclube. “ Estou a treinar sem qualquer dificuldade, estou pronto para dar o meu contributo , e defender com dignidade as cores da equipa”, defendeu.

No jogo da primeira volta, a equipa do Rocha Pinto venceu por 1-0, com golo marcado pelo ponta de lança Chico.


 ABÍLIO AMARAL
“Pretendemos melhorar a classificação”


Com semblante triste e consciente de mais um fracasso, o técnico - adjunto do Interclube garante que apesar do momento menos bom que enfrentam esta época, os atletas querem vencer e estão imbuídos nesta pretensão.

Abílio Amaral assumiu sem rodeios que está tudo perdido este ano,  resta dignificar o nome do clube com boas exibições e resultados satisfatórios, para manter a perseguição ao grupo de frente. 

“ Vamos para este jogo com o intuito de melhorar a nossa classificação, visto que o campeonato já não é prioridade para nós”, salientou o técnico - adjunto do Interclube, Abílio Amaral.

O técnico não teve receio de reconhecer o poderio do adversário, um candidato que mantém vivo o objectivo traçado, que passa pela conquista da maior prova futebolística nacional, não obstante a diferença pontual em relação ao líder.

“ É uma equipa formada por jogadores de grande valia técnica, mas estamos a trabalhar para ganhar e não temos medo de nenhuma equipa. Respeitamos o Kabuscorp, como outra equipa qualquer”, precisou.

As falhas verificadas durante o jogo com o Recreativo do Libolo, é uma das principais preocupações da equipa técnica, espera por outra atitude dos seus atletas. “Esperemos que os atletas estejam mais concentrados no jogo de amanhã (hoje) ”, preveniu.

Para esta empreitada, o técnico aposta num 11 ofensivo e batalhador, formado por: Neblu, Chora, Karanga, Fabrício, Valdez, Pirolito, Paty, Paz, Pulson ou Tó Carneiro e Chico ou Mabululu. De fora, continua Moco, o melhor marcador da equipa,  por lesão.


ROMEU FILEMON
“Queremos manter
vivo o nosso objectivo”


Os últimos três resultados do Kabuscorp no Girabola Zap, dois empates e uma vitória, deixam o técnico Romeu Filemon confiante numa boa prestação esta tarde no Estádio  22 de Junho, na visita ao Interclube.

O treinador revelou ao Jornal dos Desportos, estar ciente do valor e da pretensão do adversário, ainda assim, acredita no potencial e na capacidade de reacção dos seus atletas, que pretendem estar acima dos polícias, na classificação.

"Espero que seja um bom jogo, que os dois conjuntos pratiquem bom futebol para o engrandecimento do desporto angolano, de qualquer forma, vamos lutar pelos três pontos e manter vivo o nosso objectivo", defendeu.

O técnico salientou, apesar de ser um dérby com desfecho imprevisível, os atletas estão preparados e compenetrados em não defraudar a sua massa associativa, por isso, esperam sair do Rocha Pinto com os três pontos.

"Durante a pausa no Girabola Zap, trabalhamos na recuperação física dos atletas, na segunda-feira embalamos o plantel no modelo de jogo que vamos implementar, e procuramos consolidar com rigor os aspectos inerentes ao jogo, porque o nosso objectivo é vencer", comentou.                
Manuel Neto


VISITA AOS POLÍCIAS
Rubian e Nary
estão em dúvida


O guarda-redes Rubian e o médio Nary podem desfalcar a equipa palanquina , no jogo desta  tarde com  os polícias. Os dois atletas lesionaram-se no Torneio "Patrono da FESA", ainda não estão recuperados das mazelas.

O primeiro contraiu a lesão no período de alongamento antes do jogo com o 1º de Agosto, enquanto o colega foi substituído durante a partida com o Progresso, por queixar-se de dores na perna direita.

O médio é peça preponderante no plantel às ordens de Romeu Filemon, desde que ingressou no clube palanquino. Eficiente, na construção de jogadas, rigoroso a defender, a ausência pode tornar o sector fragilizado.

Contudo, a equipa técnica está serena e confiante nos jogadores disponíveis, para colmatarem as brechas dos colegas.

O JD sabe, que Mário é o potencial substituto de Rubian, ao passo que Fiston entra para o lugar de Nary. "Temos um plantel com várias opções para substituir os indisponíveis", assegurou o técnico palanquino.