Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polcias sem autoridade no primeiro turno

28 de Dezembro, 2019

Os resultados do Interclube ao longo da primeira volta esta quem do seu estauto de candidato ao ttulo

Fotografia: Vigas da Purificao | EDIES NOVEMBRO

O Interclube, contra todas as expectativas, terminou a primeira volta do Campeonato em oitavo lugar, ainda assim melhorou a sua classificação em relação a época passada, mas com uma prestação aquém do esperado.
Os resultados, ao longo do primeiro turno, colocaram os polícias no leque das equipas que disputam a melhoria da classificação, quando o seu objectivo principal é a conquista do Girabola Zap. Em quinze jornadas, a equipa teve os três resultados nivelados. Cinco vitórias, o mesmo número de empates e derrotas.
Para a presente temporada, os polícias foram ao mercado em busca de reforços para formarem um plantel competitivo, com o objectivo de voltarem a conquistar o campeonato nacional. 
A direcção de Alves Simões contratou vários atletas, mas o guarda-redes João Batista, os defesas Mira e Panilson, e os médios Jaredi, Carlinhos, Kaya, Coxi e Pedy, foram os únicos que conseguiram se impor no plantel, jogando com alguma regularidade.
Nomes sonantes como Ben Trouré, Mateus e Mussa, foram autênticas sombras de si mesmo. Segundo apurámos, os três jogadores correm o risco de serem dispensados. E como o azar não vem só, de acordo o Comunicado nº 51 da Federação Angolana de Futebol, o Interclube está proibido de inscrever atletas, o que complica ainda mais as suas pretensões.
Tal como aconteceu na primeira volta na temporada passada ( 2018/ 2019 ), em que rescindiram o contrato com o angolano Rui Garcia, a direcção anulou o vínculo contratual com o treinador português Bruno Ribeiro.
Segundo apurou o nosso jornal, problemas pessoais e maus resultados estiveram na base do despedimento do técnico, de 43 anos, que esteve à frente dos “polícias” durante 11 meses, quando tinha contrato para um ano e meio. Em sua substituição, Ivo Campos, até então um dos adjuntos, foi repescado para liderar a equipa técnica.
Salientar que, na época 2018/2019, a equipa afecta ao Ministério do Interior, sob orientação de Rui Garcia e Bruno Ribeiro, no primeiro turno, classificou-se em 9º lugar, fruto de três vitórias, oito empates e quatro derrotas.