Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polícias superam em casa o JGM

Val?dia Kiambata - 17 de Setembro, 2017

Polícias entraram no jogo, com a clara missão de retornar às conquistas.

Fotografia: Vigas da Purificação

Sem conhecer o sabor da vitória há duas jornadas, os Polícias entraram no jogo, diante do JGM, para a 25ª jornada,  com a clara missão de voltarem  às conquistas. Logo nos primeiros minutos de jogos foi  clara a sua intenção de ganharem copiosamente ao JGM e fizeram-no sem dificuldades.
De inicio, Paty cruzou para  Richard na pequena área para  terminar em "cabeçeamento"  um lance com selo de golo , mas foi evitado pelo  guarda-redes Moreira.
Surpreso  com a entrada avassaladora dos Polícias, a equipa proveniente da província do Huambo apenas procurava a todo custo contrariar as investidas com saídas em contra-ataque.
Os Polícias continuavam melhor no jogo, criando várias oportunidades de golos,  com Paty, Mano Calesso e Karanga, mas o seu ponta de lança Roland não estava "em dia", o que  deixa a equipa técnica à beira de um "ataque de nervos".
Aos 17 minutos o Interclube conseguiu chegar ao primeiro golo por intermédio de Karanga, após uma assistência de Mano Calesso e, com este tento, cresceu no terreno de jogo, obrigando o JGM a recuaro.
A saída de Lindala afectou o rendimento da equipa dos Polícias que assistiram um crescimento da equipa do JGM até ao intervalo até ao intervalo.
Na segunda parte o técnico do Interclube, Paulo Torres, fez entrar Baby, que deu uma outra dinâmica à equipa.
 Vendo o seu ponta de lança a falhar tanto e o crescimento do JGM que começava a atacar com mais frequência a baliza de Neblu, o técnico Paulo Torres lançou neste sector o avançado Richard que mudou completamente  o curso do jogo.
O jogador passou a pressionar mais os centrais do JGM, impedindo os mesmos a ajudarem o seu ataque. E em contra corrente do jogo, numa altura que a equipa do Huambo mandava no jogo, o Interclube chegou ao golo por intermédio de Richard , que respondeu bem a um cruzamento de canto  de Mano Calesso.
Dois minutos depois o mesmo Richard voltou a ser letal ao apontar o terceiro golo dos Polícias -  segundo na sua conta pessoal - depois de um belo cruzamento de canto  fixando assim o resulta em 3-0, numa tarde em que, diga-se, os Polícias estiveram aquém das suas boas exibições .

ARBITRAGEM
Sem influência
no resultado


A equipa de arbitragem  liderada por Clemente Chitumba  esteve bem. Controlou a partida, do principio ao fim . Mostrou duas cartolinas amarelas a dois jogadores do Interclube. Quanto ao golo anulado ao JGM foi uma decisão correcta. O atleta do JGM estava em posição de fora-de- jogo.  A par disso esteve sincronizado com os seus auxiliares e com isso  não teve qualquer influência no resultado.

MELHOR EM CAMPO
Richard de cabeça


Richard, ponta-de-lança dos Polícias foi o que mais se destacou, ao apontar dois golos de cabeça. O Atleta Ghanês que ingressou na equipa da Polícia na segunda volta, conseguiu dar tranquilidade ao marcador, numa altura em que a sua equipa começava a decair. Ele conseguiu prender os defesas, não lhes dando espaço para ajudar o seu ataque.

Declarações
Paulo Torres
Técnico do Interclube

“Nós entrámos bem”

“Na primeira parte entrámos bem no jogo.. Na segunda parte conseguimos marcar nos primeiros minutos e o JGM cresceu e fez-nos sofrer. Aqui enalteço o espírito de sacrifício  da minha equipa. Aguentámos o resultados  e, no fim, com jogadas trabalhadas, marcámos dois golos. Vamos continuar a trabalhar no sentido de nos mantermos na senda das vitórias nos jogos seguintes”

Aguas da Silva
Técnico do JGM

“Adversário foi forte”


“Foi um jogo extremamente difícil com o Interclube no seu campo é muito complicado . Viemos para lutar pela permanecia  e tínhamos  que pensar em atacar. Infelizmente jogámos com uma equipa experiente que nos primeiros minutos do jogo fez um golo.  Na segunda parte tentamos , mas o Interclube foi mais forte”