Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Polcias tentam evitar rochedos ocultos

Betumeleano Ferr?o - 03 de Setembro, 2017

Interclube defronta ASA animado com vitria sobre o Petro de Luanda na passada quarta-feira

Fotografia: Vigas da Purificao

Os polícias estão motivados com a vitória caseira, 2-0, sobre o Petro de Luanda, um resultado que os coloca na obrigação de repetir a dose contra os aviadores. A qualidade do contendor é diferente, mas se o Interclube fizer algumas das coisas boas que fez contra o Petro, encurta o caminho  para a vitória.

O campeonato caminha a passos largos para a fase de decisões, o Interclube está tranquilo com o que tem, embora não seja a pontuação que queria, mas é a suficiente para o dérbi sem a corda ao pescoço, como vai acontecer com o ASA.

As contas estão difíceis de serem feitas para o ASA, é que dentro e fora de campo as coisas estão apertadas, como fica evidente com a recente greve feita pelos atletas. Sem muitas pontas para puxarem, os aviadores vão tentar o que têm feito nos últimos anos consecutivos, fazer a sua parte em campo sem saber quando a questão financeira fica resolvida em definitivo.

A (in) certeza da presença do Progresso da Lunda - Sul no Municipal para defrontar às 15h00 o 1º de Maio de Benguela, de modo algum serve de desculpa aos proletários. A jogar em casa, o histórico clube da rua Domingos do Ó tem de fazer o que sabe para sorrir com os seus adeptos.

Os proletários têm boa colheita de pontos em casa, o que é bom para quem ambiciona garantir a manutenção, o mais rápido possível.

É ponto assente, que o 1º de Maio bem que gostava que a falta de comparência do adversário acontecesse hoje, pelo menos obtinha 3 pontos sem muito esforço.

A realidade hoje é diferente, porque em caso de nova ausência, os lundas são afastados de imediato do campeonato por força dos regulamentos, uma possibilidade capaz de afectar a verdade desportiva do campeonato. Os ventos provenientes de Saurimo são animadores, mas nada melhor do que esperar pela hora agendada, para ver se vai haver  contendor em campo.

Mesmo que compareça no Municipal, há poucos motivos para acreditar que o Progresso da Lunda - Sul tenha força física e mental para acelerar do princípio ao fim. As questões financeiras estão a ter reflexos no seio do plantel, pelo que ninguém pode acusar o grupo de falta de profissionalismo, porque o foco está noutra direcção.