Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Porcelana beira da despromoo

10 de Outubro, 2016

Porcelana, comprometeu as suas aspiraes

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Porcelana Futebol Club do Cazengo comprometeu as suas aspirações de permanência no Girabola-Zap ao perder ontem, em casa, frente à Académica do Lobito por uma 1-2 em partida pontuável para a vigésima sexta jornada da prova.

Ao cabo dos primeiros 45 minutos a partida registava um empate nulo. Diante da Académica, o Porcelana fez a sua pior primeira parte de sempre pelo facto de se ter remetido a defender e partia para o conta-ataque sem o mínimo de organização.

Com a posse de bola fazia passes em profundidade à procura da velocidade de Cali ou de Miguel, mas sem sucesso. Cometia  numerosas faltas, algumas próximas da sua área. Por causa desse comportamento Cabibi viu cartão amarelo à passagem do minuto 28 , por jogo perigoso. A primeira contrariedade no Porcelana aconteceu aos 27 minutos quando o central Cristiano lesionou-se, sendo substituído pelo médio Cabibi, o que provocou o recuo de Carlos Nzuzi.

A Académica do Lobito, por seu turno, dominou toda a primeira metade do jogo, trocou razoavelmente o esférico com passes curtos a toda extensão do terreno, com maior incidência para o seu corredor direito onde se destacavam Chiló e Camota. A Académica rematou várias vezes, algumas bolas com rótulo de golo, e a maior oportunidade aconteceu aos 7 minutos, quando Chiló tirou um contrário e rematou para a defesa arrojada do guarda-redes Carlos. A segunda parte começou com o Porcelana já “sem medo” e mais balanceado para o ataque.

À passagem do minuto quatro, Miguel arrancou do centro do meio campo contrário, evitou dois adversários da frente e rematou à entrada da área para as malhas laterais da baliza defendida por Gancia. Na resposta, a Académica aproveitou bem a falha de Cabibi, a bola fez a diagogonal para o lado esquerdo onde parte o cruzamento rasteiro para o golo de Femi, aos 10 minutos.

No minuto seguinte numa jogada rápida, Miguel foi rasteirado dentro da área, um penálti prontamente assinalado. Na marcação Papi fê-lo da melhor maneira e empatou o jogo. Em situação pouco clara o árbitro exibiu cartolina amarela a Djó e um outra a Higino (Académica) por jogo perigoso.

Para mudar o rumo dos  acontecimentos o técnico Chibi operou a primeira substituição à passagem do minutos 15, ao colocar Nelito  para o lugar  de Camota. Poucos minutos depois Chiby voltou a mexer na equipa, ao tirar Cláudio e colocando Rubem no seu lugar. Cinco minutos depois Filipe entrou para o lugar de Djó e foi o mesmo Filipe que aos 43 minutos num remate de bola parada faz o segundo golo da Académica e fixou o resultado final.