Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Porcelana quer mudar rumo

Isidoro Natalcio, em Ndalatando - 17 de Julho, 2016

Formao do Cuanza Norte espera regressar aos triunfos na deslocao ao Lubango

Fotografia: AFP

O treinador do Porcelana, Sarmento Seke disse que “ no jogo passado, em que perderam em casa não houve problemas no meio campo, mas sim problemas no centro da defesa e sofreram dois golos por erros dos centrais”, revelou.

Para evitar que situações do género se repitam, no sector defensivo Zé pode ser opção em substituição de Seth, para fazer parelha com Papi, mantendo os totalistas Miguel e Lara nas laterais. O facto de ser a equipa com mais golos sofridos, 23 em 16 jogos, uma média de um golo e meio por partida, obriga o treinador a uma atenção na defesa.

O meio campo continua a demonstrar falta de criatividade, desmarcação, passes denunciados, dificuldades em isolar os avançados, fraca capacidade de explosão e defender com debilidades bem como exerce pouca pressão ao homem com bola.

A esse respeito, o técnico do último classificado do campeonato nacional discorda parcialmente e acrescenta que a postura dos médios  “depende da forma como o adversário entra no meio campo, para cada adversário há um homem para marcar, pode é haver falha de marcação de alguém que acaba por complicar”, destacou.

Sarmento Seke afirmou que a semana de trabalho correu bem e acredita que se cumprirem com rigor o sistema imposto para esta partida, está confiante num resultado favorável frente ao Desportivo. “Se eles se aplicarem como nos treinos, acredito que vamos pontuar no Lubango, porque a equipa está a melhorar a cada dia que passa”, avaliou.

Clinicamente, Carlos já recuperou e Makutima lesionou-se no treino de quarta-feira passada, pelo que é “carta fora do baralho”, para o duelo com este adversário do seu campeonato.