Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Presso do Petro ao lder 1 de Agosto

Antonio Flix - 15 de Outubro, 2017

Petro de Luanda sabe que no aproveitar que est o ganho para ser co-lder

Fotografia: Jos Soares

Se o Girabola Zap vive, nesta altura, a sua etapa derradeira com muitaexpectativa porque está apenas a quatro jornadas de fazer correr cortina, isto é, chegar ao seu fim...então há razão para se dizer que, conhecendo-se já o sofrimento por que passou ontem o 1º de Agosto no empate \"acordado\" (1-1) com o Interclube, ao Petro de Luanda só reste hoje, a partir das 15h00, no Estádio 11 de Novembro, aproveitar ganhar ao Bravos do Maquis para ser co-líder, com os mesmos pontos (59) que os militares.

O Petro de Luanda vem de uma derrota, por 2-0, diante do Desportivo da Huíla, e deve vincar no balneário -  durante o tempo regulamentar - um discurso e filosofia de que fas jus ao ditado é facto no \"aproveitar que está o ganho\", derrotando  o Bravos do Maquis.

Perder o jogo significa(rá) não aproveitar o empate que o 1º de Agosto selou com o Interclube no tal jogo de \"fardados\".

É que, o Petro, em caso de vitória, pode estar ainda mais galvanizado; mais motivado para ir a casa do Sagrada Esperança disposto a arrancar uma vitória e \"rezar\", depois, para que o 1º de Agosto, em casa, \"caia\" de borco diante do Progresso da Luanda Sul.

Se os militares caírem os petrolíferos terão, assim, força anímica para encarar os jogos que lhes estarão - diante do Santa Rita, em Luanda, e 1º de Maio, em Benguela - com \"ouvidos\" virados ao que acontecerá no 1º de Agosto-ASA e 1º de Agosto-Kabuscorp do Palanca nas próximas jornadas.

Diante deste quadro, hoje o Bravos do Maquis será ou não um \"osso duro de roer\" para o Petro de Luanda, num jogo em que, em caso de derrota dos petrolíferos, muita coisa os afectará em termos de moral e fará os militares esfregar as mãos de contente?

O Bravos do Maquis não é, honestamente falando, uma equipa do \"campeonato\" do Petro de Luanda em termos de história competitiva; em estilo de jogo técnico e táctico e em valores individuais.

Perde em tudo isto para o Petro, embora a lógica diga que só após o apito final é que se conhecem os resultados. Logo mais a resposta acontecerá com precisão!

OUTROS JOGOS

Há ainda outros dois jogos no cartaz de hoje. O Recreativo do Libolo recebe em casa a Académica do Lobito, a partir das 15h30, e o Progresso da Lunda Sul, à mesma hora, tem a visita do Recreativo da Caála. A situação em que cada um destes quatro pode servir de barómetro àquilo que acontecerá agora que o campeonato está a beira do fim.

No primeiro, os diamantíferos terão de ter muitas armas para anularem os estudos tácticos efectuados pelos \"estudantes\", estes que estão entre a espada e a parede, ou seja, entre a vitória que os animará no sonho da manutenção e a derrota que pode perigar este desejo. O Progresso da Lunda Sullonge de apenas estar a cumprir já o calendário de jogos que lhe restam, pode complicar o Caála em Saurimo, se, logicamente, esta equipa do Huambo não descer ao relvado precavida.