Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Primeira volta cumpre prazos

Betumeleano Ferro - 19 de Dezembro, 2019

A maior prova do futebol nacional est a ser disputada sob o signo de equilbrio na luta pelo ttulo e na fuga despormoo

Fotografia: ANTONIO SOARES| Edies Novembro

A derradeira jornada do primeiro turno do Girabola ZAP 2019/2020 fica concluída no fim de semana, com a disputa dos \"remanescentes\" sete embates. Para o acerto de calendário, foram disputados ontem os derradeiros dois jogos em atraso.
A ronda que teve um jogo antecipado, Cuando Cubango 0 - Sagrada Esperança 1, segue o passo este fim-de-semana, sem sobressaltos, dentro da programação da Federação Angolana de Futebol.
 O Girabola comemorou 40 anos no dia 8 do corrente, mais do que a passagem do vitalício, o campeonato voltou com sucesso à primeira forma e os reajustes na programação da CAF de modo algum causaram transtornos à FAF e, sobretudo aos clubes. O que parecia impensável está a acontecer com toda a naturalidade e, pela segunda temporada seguida, o campeonato permanece tranquilo sem deixar em ninguém lembranças do passado.
O formato actual provou muitos receios, ainda mais porque para satisfazer às exigências da Confederação Africana de Futebol, o órgão reitor da modalidade no país em \"poucos\" meses começou e terminou o campeonato de 2018.
Depois do inicio da nova era com a época 2018/2019 e agora está a terminar a primeira volta do Gira 2019/2020, uma fonte federativa enalteceu o feito. \"É tudo mérito e competência, isso não é obra do acaso\", sublinhou.
 As mudanças efectuadas no calendário futebolístico africano apanharam em contra-pé muitos dos filiados da CAF. O Jornal dos Desportos apurou, que \"pouquíssimas federações conseguiram reajustar a sua programação\", destacou.
Disse mais adiante que, por isso tiveram sérias dificuldades no decorrer da temporada, mas em Angola nada disso aconteceu. \"Felizmente conseguimos mudar como a CAF queria, ninguém tem como nos apontar o dedo, porque tudo está a correr bem\", revelou.
A nossa fonte assegurou que o novo calendário da FAF veio para durar, apesar das vozes e dos dedos acusadores. \"A programação desportiva\" adoptada pela federação é a mais acertada de todas reconheceu.
\"O filme que estamos a ver chama-se organização. Essa é a única razão capaz de explicar tudo o que está a acontecer. Os jogos são realizados como programados e as equipas que estão nas Afrotaças não têm como se queixar\", avaliou e recordou que existe uma coordenação perfeita.
\"Ninguém pode dizer que não estão a ser protegidas. Tudo isso acontece mesmo com a presença da ZAP. Por ser a patrocinadora do Girabola tem uma palavra a dizer, por causa das transmissões televisivas, mas tudo corre bem\", finalizou.