Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Progresso da Lunda Sul derrota ASA nos Coqueiros

Avelino Umba - 18 de Julho, 2016

Um golo bastou à equipa da Lunda Sul para deixar Luanda com os três pontos no jogo referente à 17 ª jornada do Campeonato Nacional

Fotografia: Eduardo Pedro

O golo marcado por Hervé Ndonga, aos 28´, bastou para que o Progresso da Lunda Sul alcançasse ontem, no estádio dos Coqueiros, uma importante vitória sobre o Atlético Sport Aviação (ASA).

Apesar de derrotado, o ASA nem por isso esteve mal no jogo. Apresentou um futebol agressivo, mas faltou sorte para atingir os seus objectivos, numa partida em que estava obrigada a ganhar para subir mais um pouco na tabela classificativa.

Os aviadores, em duas ocasiões nos primeiros cinco minutos, tiveram oportunidades para visar a baliza adversária, mas a bola levou direcção errada, sem qualquer perigo para o guarda-redes Wilson, quando ainda decorria o período de estudo mútuo.

Aos 10´, o ASA perdeu um soberba oportunidade de golo quando Miro, fora da grande área, cruzou para dentro da pequena área, mas Guelor finalizou mal de cabeça, mandando a bola para o canto esquerdo da baliza de Wilson.

Mais interventivo no ataque, o ASA jogava com mais naturalidade, mas quem pensou que seria a primeira a marcar, enganou-se redondamente. Melhor, aos 28´, Kialunda teve uma má abordagem da jogada, o que obrigou Maguete a uma deslocação forçada para entrar  na "luta" dentro da pequena área mas Hervé aproveitou da melhor até levar a bola de peito para o fundo da baliza. Esta situação, custou caro a Kialunda que forçou a sua substituição por Josemar aos 36´.

Já nos minutos finais da primeira parte, o ASA esteve próximo de empatar o jogo por Fosso, porém, o rematou foi travado pelo guarda-redes Wilson e na recarga Serge atirou para fora.

Até ao intervalo, a formação de José de Carvalho "Corola" tentou reagir e ainda chegou a ameaçar a baliza de Wilson, mas os comandados de Kito Ribeiro seguraram a vantagem e mantiveram o controlo do encontro.

No segundo tempo, o ASA voltou a mostrar a mesma intenção, mas com passes errados e com defesas incompletas de Maguete nos primeiros minutos.

José de Carvalho mexeu então na equipa inicial. Fofo, aos 55´, quase chegou ao empate com um remate forte para defesa incompleta de Wilson. O ASA pressionava o adversário, mas este defendeu bem a vantagem no marcador  até ao final.

A equipa d e arbitragem não teve influência no jogo. Esteve bem no capítulo técnico e disciplinar.

OPINIÕES

Sérgio Pedro (ASA)
"Nada está perdido" 
- "Quem esteve aqui (nos Coqueiros) viu que o ASA jogou o suficiente na procura do golo, mas infelizmente as bolas não entraram. Vamos continuar a trabalhar, pois nada está perdido, e assim mantermos os nossos objectivos, porque as vezes as coisas dependem muito da sorte. Agora, o que nós temos de fazer é continuar a trabalhar e acreditar no potencial que a equipa tem para podermos ultrapassar este momento que estamos a viver". 

Paulo Figueiredo (Progresso LS)
"Vitória difícil"
- "Foi uma boa vitória contra um adversário difícil. Penso que jogámos muito bem na primeira parte, onde tivemos várias oportunidades. Já na segunda, devido ao jogo mais directo do adversário, tivemos alguma dificuldades para sair das transições, mas penso que a vitória se enquadra bem à nossa equipa, que mantêm os seus objectivos de ganhar os jogos, tal como no próximo diante do Petro de Luanda".