Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Progresso e Sporting acordam no empate

Avelino Umba - 30 de Abril, 2018

Fotografia: Edies Novembro

O Progresso Sambizanga voltou a desperdiçar pontos frente a um adversário do seu campeonato e com os mesmos objectivos no campeonato. Os sambilas foram impotentes para domarem os leões.

Numa partida equilibrada o primeiro sinal de perigo pertenceu a equipa da casa. Yano aos 2\' à entrada da pequena área rematou forte a centímetros do poste direito da baliza defendida por Rudo.

Os visitantes não se fizeram rogados foram respondendo com jogadas bem delineadas e com bastante intensidade que, em abono da verdade encheram os olhos dos poucos espectadores presentes no estádio dos Coqueiros.

 Tal como o treinador Hélder Teixeira assumiu ao JD, na antevisão do jogo,  as dificuldades impostas pelo Sporting criou imensas embaraços ao Progresso. A equipa de Cabinda entrou de peito aberto e encarou o jogo pelo jogo criando algumas situações de perigo.
Os sambilas procuravam a todo o custo inverter a partida a seu favor e utilizar a expressão \"em casa mandamos nós\", mas os leões não se deixaram intimidar, aliás o rei da selva não se assusta por um simples barulho.

A equipa orientada por Emena Kuanzambi jogou o suficiente para provar que estava em campo para contrariar ao máximo os donos da casa. Por intermédio de Isaías que esteve no comando das operações aos 22\' e 28\', desperdiçaram duas oportunidades de marcar.
Na resposta Maria Pia aos 30\', numa jogada de belo efeito e com a baliza \'escancarada\' para bater o Rudo rematou para cima e o nulo prevaleceu até ao intervalo.

No regresso ao relvado, Popó que saltou do banco do Progresso, na grande área frente ao guarda-redes do Sporting, não fez melhor do que um passe para o adversário que terá dito: \"muito obrigado meu amigo\".

 O jogo a medida que foi decorrendo começou a perder um pouco de intensidade com falhanços a todos os níveis e dos dois lados, que terminou com uma arbitragem de José Sebastião sem qualquer contestação.