Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Progresso regressa s vitrias e Maquis soma e segue

Paulo Caculo - 24 de Fevereiro, 2020

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Progresso Sambizanga fugiu da zona de despromoção do Girabola Zap, ao arrancar ontem, no Estádio dos Coqueiros, uma vitória à «ferro e fogo», no embate frente ao Wiliete de Benguela. O triunfo, por 3-2, veio coroar uma exibição de raça e muito bem conseguida pelos pupilos de Hélder Teixeira, que souberam sofrer para segurar os três pontos.
Apesar de sempre ter-se colocado na frente do marcador, os sambilas enfrentaram um adversário que jamais aceitou entregar de bandeja os pontos. Aliás, o conjunto às ordens de Agostinho Tramagal encontrou sempre uma pronta-resposta às investidas dos donos da casa.
Quem igualmente não esteve para veleidades é o FC Bravos do Maquis. A equipa de Zeca Amaral protagoniza uma segunda volta do campeonato irrepreensível.
A nova vítima da bravura dos maquisardes atende pelo nome de Cuando Cubango FC. A goleada, por 3-0, não merece qualquer contestação e justifica o excelente labor patenteado em campo pelo conjunto do Moxico, durante todo o jogo.
O triunfo coloca o conjunto do Luena de «pedra e cal» na terceira posição do campeonato, a seis pontos do líder Petro.
No Lubango, o Desportivo da Huíla mostrou-se impotente para suplantar o Sporting de Cabinda, tendo aceite dividir os pontos, mercê da igualdade sem golos (0-0). Apesar de ter procurado insistentemente pelo tento, a formação treinada por Mário Soares revelou falta de eficácia, embora se pode atribuir igualmente mérito a armada defensiva montada pelos leões do norte na sua baliza.