Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Proletrios de mangas arregaadas

12 de Junho, 2016

Fotografia: Jornal dos Desportos

No desafio referente à 15ª jornada do GirabolaZap2016, marcado para hoje, a partir das 15h00' no estádio Mártires da Canhala.

Momentos antes de deixar a cidade de Benguela, o técnico proletário, Hélder Teixeira, manifestou a determinação e confiança da sua equipa pela conquista dos três pontos neste deslocação à Caála. Disse que a equipa carece de pontos como pão na boca, pelo que uma vitória pode reanimá-la para a luta pela sua "sobrevivência" na competição. 

"Vai ser um encontro interessante, pelo facto de me reencontrar com as velhas e boas lembranças no local por onde trabalhei durante algum tempo.

Vai ser fogo. A minha equipa está preparada para as intempéries que lhe esperam naquele campo que conheço, perfeitamente. Vencer é o lema, o resto não interessa para os nossos objectivos", disse.

O facto de o adversário vir de uma vitória motivadora (3-1) sobre o Desportivo da Huíla, não preocupa o professor Hélder Teixeira que assegura ter preparado uma equipa à altura para ultrapassar as adversidades no reduto do Recreativo da Caála.

"Tive o cuidado de preparar a minha equipa no sentido de encarar o jogo com a naturalidade que se lhe impõe. A estratégia está montada, por isso, não tenho por que me preocupar, com as incidências do jogo, até porque, vamos enfrentar uma equipa que conheço perfeitamente e num campo, por onde trabalhei durante o tempo suficiente para se ter o domínio daquilo que é e nos pode proporcionar", precisou.

O técnico do 1º de Maio de Benguela afastou a hipótese de perder, na estreia para a sua antiga equipa, apesar de reconhecer as dificuldades porque terá de enfrentar para que os tal desiderato (a vitória) se concretize. "O adversário está uma senhora equipa, mas não imbatível".

À entrada da 15ª jornada, o 1º de Maio de Benguela ocupa a 14ª posição com catorze pontos, ao contrário do adversário (8ª/18) a defrontar neste domingo, à tarde, no Mártires da Canhala. Em caso do triunfo, os proletários terminam a primeira volta com 17 pontos e abrem fortes possibilidades para realizarem uma segunda volta com ligeira tranquilidade.

Já a pensar nestas possibilidades, o professor Hélder Teixeira trabalhou, durante a semana, no sistema 4x4x2 desdobrável por 5x3x2, e pela forma como se entregaram aos treinos, a aposta pode passar por: Lókwa; Dino, Yeyé, Tobias e Muenho; Márcio Luvambo, Janota, Kikas e Laucha; Caporai e Filipe.