Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Proletrios testam militares no So Filipe

Jorge Neto - 25 de Março, 2017

Treinadores avaliam nveis competitivos dos jogadores durante a pausa no campeonato

Fotografia: Santos Pedro |Edies Novembro

A equipa do 1º de Agosto realiza hoje à tarde, no Estádio São Filipe, diante do 1º de Maio de Benguela, o primeiro amistoso referente ao estágio de uma semana que realiza naquela província do litoral do país, enquadrado na preparação do período de pausa que se regista no Girabola Zap, devido aos compromissos da Selecção Nacional.

De acordo com uma fonte ligada ao clube, a equipa técnica do campeão nacional que está desde quarta-feira , em  Ombaka, vai procurar observar o desempenho dos jogadores, após sessões de treino efectuadas nos últimos dias. A melhoria dos aspectos técnicos e tácticos, mormente as jogadas ensaiadas, concentração defensiva e  finalização, devem  estar sob os holofotes dos treinadores. 

Os agostinos trabalham no Estádio São Filipe, e segundo a mesma fonte, nos próximos dias podem agendar outros jogos, com outras  equipas locais. A formação da Académica do Lobito é uma das equipas, que pode defrontar o segundo classificado do campeonato nacional, no cômputo de três ou quatro jogos de controlo.

Este tipo de desafios, serve para a equipa técnica observar o rendimento dos jogadores e manter o nível competitivo, em função do período de uma semana de pausa que o Girabola Zap observa a partir de hoje, por força dos jogos dos Palancas Negras com as suas similares de Moçambique e da África do Sul, hoje (em Maputo) e terça-feira (em solo sul-africano).

O conjunto rubro -negro estagia na província de Benguela até ao dia 29, data de regresso para capital do país, para dar continuidade à preparação para recepção no próximo dia 2 de Abril,  no Estádio 11 de Novembro, da formação do Santa Rita de Cássia, referente à 8ª jornada do campeonato.

A recuperação do defesa-central Dany Massunguna, e do médio avançado Guelor, o segundo ainda não jogou esta época, constituem motivos de satisfação da equipa técnica, que deste modo conta com mais dois jogadores para os próximos jogos, e diminui o número de lesionados.

Ainda em recuperação, estão o guarda-redes Dominique que cumpre o tratamento no exterior do país, o lateral direito Isaac, o lateral direito/médio Mingo Bile, o médio central Ibukun, e o médio ofensivo Geraldo.

A primeira derrota no campeonato, no domingo, diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte, por 1-0, já foi digerida pelos campeões nacionais, que viraram as baterias para os retantes desafios.


1º DE AGOSTO
Seis jogadores intocáveis no “onze”


Apesar do sistema de rotatividade , que o técnico Dragan Jovic utiliza esta época na equipa do 1º de Agosto, seis jogadores mantêm-se intocáveis em relação à titularidade, ou seja, marcaram presença no \"onze\" inicial, nas sete jornadas disputadas até ao momento, no Girabola Zap.

Trata-se do guarda-redes Tony Cabaça, o lateral esquerdo Natael, o lateral direito Isaac, o defesa-central Bobó, o médio ofensivo Vado, e o avançado Diogo Rosado.

Os jogadores mencionados constam das primeiras escolhas da equipa técnica militar, mesmo com a rotatividade  feita, em função dos vários jogos que o conjunto disputou, em tão pouco tempo, quando estava ainda a competir nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação, e no Campeonato Nacional.

Aliada a isso, estão as sucessivas lesões, que assolam o plantel, causadas tanto pelos adversários como pelo mau estados dos relvados dos estádios visitantes, onde não escapam atletas influentes na manobra da equipa, casos do capitão e defesa-central Dany Massunguna, os médios ofensivos, Ibukun e Geraldo, habituais titulares. O número de lesionados aumenta com a inclusão do guarda-redes Dominique.

Em função dos constrangimentos, Dragan Jovic ainda não repetiu o \"onze\" nas sete jornadas que disputou no presente campeonato nacional, mantém sempre em alta o nível competitivo da equipa. Porém, é previsível que estes jogadores regressam à titularidade, quando estiverem em boas condições físicas.

Esta época, o conjunto militar apresenta um plantel com mais opções, e isso é visível na forma como a equipa técnica altera o seu xadrez, sem dar muitas voltas à cabeça.      
Jorge  Neto