Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

"Queremos pontuar em casa"

Augusto Panzo - 22 de Abril, 2015

Domant joga hoje tarde com o Kabuscorp para acerto do Girabola

Fotografia: Santos Pedro

O treinador interino do Domant FC de Bula Atumba, Manuel de Oliveira “Nguami”, disse ontem, ao Jornal dos Desportos, que a equipa do Bengo quer manter a fórmula de vitórias em casa, no jogo que vai disputar esta tarde, a partir das 15h30, no estádio Municipal do Dande, diante do Kabuscorp do Palanca, referente ao acerto da sétima jornada do Girabola 2015.

“A coisa está complicada para nós, em função das derrotas que sofremos fora de casa, mas acredito que o grupo está disposto a manter a fórmula de somar sempre pontos, no nosso reduto. Acho que as coisas tendem a melhorar amanhã (hoje). Essa ideia é unânime no seio do grupo, porque pretende redimir-se perante à massa associativa, dos erros que está a cometer nos campos dos adversário”, afirmou.

Acrescentou, que depois da reunião mantida anteontem, com o presidente do clube, não resta mais nada senão voltar a somar pontos, porque a situação assim impõe.“Estivemos reunidos com o senhor presidente da equipa, ontem (anteontem), para tentar saber o que se passava no seio do grupo, mas os jogadores confessaram não haver nada. Nisso, ficou a premissa de que eles iam fazer tudo, no sentido de no mínimo, conseguir um ponto, isso para não falar sobre uma pretensa vitória”, ajuntou.

No entanto, apesar dessa convicção, Manuel de Oliveira “Nguami” foi humilde em reconhecer que não vai ser fácil defrontar a formação palanquina, devido à possibilidade que se apresenta para o conjunto do bairro Palanca, de assaltar à primeira posição do campeonato.

“Temos a nossa convicção de continuar a somar pontos em casa, mas a realidade é que o jogo será complicado, em função da possibilidade que o Kabuscorp tem, de ascender à primeira posição da tabela”, revelou.

Com relação à referida improdutividade fora de casa, Manuel de Oliveira “Nguami” garantiu não existir nenhum motivo, que alegadamente esteja na base disso. “Não existe nada mesmo, porque a equipa tem estado a jogar muito bem. Estou em crer que se trata apenas de alguma ingenuidade por parte dos jogadores, pois, nós registámos no Luena, uma situação idêntica à vivida no Lubango, onde dois dos nossos jogadores repetiram o cometimento dos mesmos erros e acabaram expulsos, o que enfraqueceu o grupo, por jogar reduzido a dez unidades”, esclareceu.


BAIXA DE VULTO
Litão desfalca
sector defensivo


O defesa central Litão, do Domant FC de Bula Atumba, não vai fazer parte do plantel que vai defrontar o Kabuscorp do Palanca, esta tarde no Municipal do Dande, sendo por isso uma grande baixa para o treinador interino Manuel de Oliveira “Nguami”. O jogador cumpre castigo federativo, por ter sido expulso no jogo com o FC Bravos do Maquis, depois de ter acumulado dois cartões amarelos durante a mesma partida, motivo que criou grandes facilidades para que o adversário chegasse a uma vitória de forma folgada.

Para além da ausência do atleta em referência, o treinador revelou-se igualmente preocupado com as constantes lesões, que assolam o grupo, o que vai complicar muito na constituição da equipa base, que vai defrontar hoje à tarde, no Municipal do Dande, o vice-campeão nacional.

De acordo com Manuel de Oliveira “Nguami”, a maioria dos jogadores estão com lesões, grande parte dessas contraídas no jogo do Luena, mas assegurou que vai ter de recorrer às outras opções  que o plantel tem à disposição. Os domantinos esperam pela presença em massa dos seus adeptos ao estádio do Dande, dada a importância do jogo de hoje. O sector defensivo do Domant FC do Bula Atumba    tem sido basicamente formado por  Cabetula, Litão, Kizombé e Yamba Asha  
AP