Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

“Queremos quebrar invencibilidade”

14 de Maio, 2017

A 1ª posição é ocupada pelo Petro de Luanda com 30 pontos, ao passo que o Santa Rita de Cássia é último (16º), com sete pontos.

Fotografia: Mota Ambrósio/ Edições Novembro

O Recreativo da Caála quer quebrar, esta tarde, a invencibilidade do Kabuscorp do Palanca, quando as duas equipas se defrontarem no estádio do Caála, para a 14ª jornada da presente edição do Girabola. Ontem, na cidade da Caála, ao fazer o lançamento do jogo, o treinador “caálense”, Carlos Alberto Cardeau, afirmou que o plantel está num bom momento de forma, depois de duas vitórias seguidas nas jornadas anteriores.

Entretanto, considera o Kabuscorp um adversário competitivo e difícil de vencer, que obriga o conjunto redobrar de esforços para lograr o objectivo. “Não se antevê tarefa fácil, vencer a única equipa que ainda não perdeu. Porém, é nossa convicção de que poderemos conseguir. Temos de ser nós próprios e aplicar dentro do campo o que treinamos durante a semana”, informou.

Na ronda anterior, o Caála venceu o ASA (2-1), em Luanda, enquanto a formação “palanquina” recebeu e venceu o Desportivo JGM do Huambo, por 1-0.
Na tabela de pontuação, o Kabuscorp do Palanca está na terceira posição com 29 pontos, enquanto os “caálenses”, com 20 pontos estão na 6ª. A 1ª posição é ocupada pelo Petro de Luanda com 30 pontos, ao passo que o Santa Rita de Cássia é último (16º), com sete pontos.