Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Recreativo do Libolo derrota o Santa Rita

11 de Fevereiro, 2017

Mdio contratado ao Progresso Sambizanga marcou o nico golo do jogo disputado ontem tarde no estdio 4 de Janeiro no Uge

Fotografia: Vigas da Purificao

Um golo solitário de Viet, rubricado aos sete minutos, permitiu ao Recreativo do Libolo derrotar o Santa Rita de Cássia FC, por 1-0, em jogo da jornada inaugural do Girabola 2017, disputado ontem, no estádio 4 de Janeiro, no Uíge.

Perante oito mil espectadores, todos ávidos em testemunhar o baptismo da equipa da província na maior competição de futebol do país, realce para a boa postura evidenciada pelos donos da casa, que foram ousados o suficiente ao "bater o pé" a um adversário que não é do seu "campeonato".

Apesar de mostrar em campo uma equipa muito bem posicionada tacticamente, a formação do Uíge acabou revelando, ainda, alguma inexperiência defensiva, pois tal foi a forma como abriram brechas à ofensiva do conjunto do Libolo, cujo médio Viet não teve meias-medidas e aproveitou para visar as redes.

A perder por 1-0, a equipa caseira foi para cima do adversário, mostrou mais atrevida no ataque, porém continuou a revelar ineficácia ofensiva para traduzir em golo as poucas oportunidades que criou.  Enquanto isso, o Libolo, como quem não quer ia a coisa, aproveitava para circular bem a bola, sem complexos e surgir com perigo junto à baliza contrária. Aliás, chegou a ter mais oportunidades para aumentar o marcador.

Na segunda parte o Santa Rita de Cássia deu o "peito as balas" e tudo fez para tentar chegar ao golo da igualdade. Mas também não teve aberturas para lograr os seus intentos, pois os libolenses, que chegaram a produzir mais jogadas perigosas para marcar, estiveram muito bem defensivamente, com os centrais a varrer tudo que havia para limpar para longe da sua área de jurisdição.

Até aos minuto 90, o desfecho da partida continuou improvável, na medida em que  o Santa Rita de Cássia continuou a atacar para igualar o marcador. Contudo, o tetracampeão Libolo em momento alguma assistiu o adversário jogar, pelo contrário, andou a fustigar a defesa uigense, procurando alargar os números da vantagem.