Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Reencontro no Dundo agita topo dogirabola

08 de Fevereiro, 2020

Diamantferos e tricolores medem foras esta tarde

Fotografia: Benjamin Cndido

O Sagrada Esperança e o Petro de Luanda voltam a medir forças esta tarde, agora para o campeonato. O empate a um golo na Taça de Angola, foi na quarta-feira, deixa o 1º de Agosto, que também joga hoje extramuros com o Ferrovia do Huambo, diante da chance de poder se distanciar mais do único rival na questão do título, caso confirme o favoritismo e haja uma escorregadela do perseguidor no Dundo.
A precisar de uma vitória revitalizadora, o Petro de Luanda tem de fazer pela vida para sair do estádio do Dundo com os 3 pontos, o jogo começa às 15h00, mas mesmo que o horário fosse outro a obrigação continuaria a mesma para os tricolores, vencer ou vencer. Ao contrário que sucedeu na taça, agora não vai haver segunda oportunidade, ou o Petro ganha ou arrisca-se a ver o 1º de Agosto a fugir nas calmas.
O Sagrada Esperança sabe que o Petro está sem margem de erro, os diamantíferos têm tudo para tirar bom proveito da situação, contudo, há todos os motivos para acreditar que os donos de casa vão tentar adoptar, primeiro uma atitude de espera, antes de mostrar os trunfos para pontuar. É ponto assente, que o Sagrada tem mais a ganhar do que a perder se entrar inclinado para frente, essa é a única postura correcta para impedir que o adversário se sinta confortável em campo.
A obrigação de vencer para cortar a mais do que provável fuga do 1º de Agosto, em caso de empate ou derrota, é a pressão com que o Petro de Luanda vai ter de conviver durante os 90 minutos. A época tem sido um verdadeiro teste à capacidade de reacção mental dos tricolores, mas como eles mesmos é que criaram o problema, os adeptos esperam que também sejam parte da solução dos 3 pontos.
O 1º de Agosto de modo algum está a espera de um passeio extramuros, fica claro que o campeão vai ter de puxar dos galões, para somar uma vitória capaz de valer mais do que 3 pontos, pois do Dundo é capaz de vir mais uma boa nova. O Ferrovia joga no estádio com o mesmo nome, contudo, esta curiosidade parece insignificante demais para impedir que os militares ditem as regras no desafio, que também começa às 15h00.
O futebol é sim uma caixinha de surpresas, mas nem o mais optimista das hostes do Ferrovia está a espera de ver o 1º de Agosto no pé coxinho, para negligenciar uma vitória que pode ter um sabor duplo, capaz de começar a encurtar o caminho do inédito penta.
A longa paragem do Desportivo da Huíla é motivo de conversa entre os adeptos do Girabola Zap, mas nem por isso o Recreativo do Libolo está a entreter com isso. A precisar de reagir aos maus resultados, o Libolo vai ao Ferrovia, 15h30, para fazer pela vida. Um novo desaire vai ser desastroso demais, capaz de colocar o técnico André Macanga na corda bamba, por isso os libolenses sabem que vão ter de correr muito, para impedirem que o favoritismo do Desportivo se transforme em vitória.