Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Reforços aguardam pelo certificado

Paulo Caculo - 14 de Fevereiro, 2017

Tiago Azulão estreou-se ao marcar golo diante o Progresso Sambizanga

Fotografia: Francisco Bernardo

Tiago Azulão estreou-se a marcar no sábado, no desafio frente ao Progresso Sambizanga, referente à primeira jornada do Girabola Zap. O melhor marcador do Petro de Luanda em 2016, com oito golos, mantém a veia goleadora espelhada no ano de estreia no campeonato angolano.

Com o golo de belo efeito rubricado aos sambilas, o brasileiro de 29 anos de idade, volta a confirmar os créditos que o habilitam como um jogador habituado a exibir-se a um nível aceitável. Aliás, desde que chegou ao plantel dos tricolores, o médio ofensivo adaptou-se com facilidade ao estilo, táctica e modelo de futebol da equipa, tendo desde cedo garantido a titularidade.

O camisola 26 esteve ainda no centro de uma jogada em que remata de cabeça e obriga o auto-golo do defesa Zau, do Progresso. Tal como na época passada, adivinha-se que o jogador venha a corresponder, mais uma vez, com as expectativas dos adeptos e da direcção do clube, conseguindo o número de golos que o permitam dissipar dúvidas (caso ainda existam) em relação a sua qualidade.

Na época passada, o jogador estreou-se a marcar no embate frente ao Progresso da Lunda Sul, na 18ª jornada do Girabola 2016, com bis aos 8 e 17 minutos, em jogadas cuja execução foram de belo efeito.

Tiago Azulão iniciou a carreira profissional em 2009, no Guarani-MG. Ainda em Minas Gerais, passou pelo Tombense, Tricordiano, Uberlânida, Boa Esporte e CAP de Uberlândia.

No estado de São Paulo, a nova estrela do Petro de Luanda representou apenas o Oeste de Itápolis, em 2011. CRB, Madureira, Vila Nova e Fortaleza também constam no currículo do futebolista brasileiro.

A carreira de Tiago Azulão em Angola ao serviço do Petro de Luanda não representa a sua primeira experiência longe do Brasil, pois já teve passagens pelo Gaziantep BB da Turquia, em 2009, e pelo Johor FC, da Malásia, em 2012.

Esta época, Tiagoa Azulão tem a companhia dos compatriotas Tony e Rubinho, contratados para resgatar o troféu  que foge ao clube desde 2011. PC



Reforços aguardam pelo certificado

O médio Rubinho e o atacante Tony, contratados este ano, podem estrear-se no Girabola Zap na próxima jornada, em Calulo, diante do Recreativo do Libolo, em jogo da segunda jornada. Os reforços brasileiros do Petro de Luanda aguardam pelo certificado internacional, que deve chegar à Federação Angolana de Futebol (FAF) nos próximos dias, segundo fontes do clube tricolor.

Os dois jogadores que viram adiado na jornada passada a estreia no campeonato podem, finalmente, ver concretizado o desejo de jogarem e contribuírem para alargar o leque de opções no plantel às ordens do técnico Beto Bianchi.

Caso se confirme a inscrição de Tony e Rubinho, a concorrência no ataque e meio-campo dos tricolores deverá subir de intensidade, devendo nos próximos tempos a disputa pelos lugares na equipa titular ser muito mais visível, à semelhança do que aconteceu durante a época de 2016.

Na véspera do jogo com o Progresso Sambizanga, referente à jornada inaugural do campeonato, o treinador do Petro chegou a manifestar preocupação pelo facto de não poder contar com os reforços, facto que, segundo ainda Beto Bianchi, atrapalha o programa traçado pela equipa durante o período de estágio, realizado em Benguela.

O conjunto começou ontem a pensar na deslocação ao terreno do Libolo, agendada para sexta-feira. Tal como acontece com todas as sessões de treinos realizadas no período pós/jogo, a preparação de ontem resumiu-se a exercícios de recuperação física no relvado do campo Osvaldo Saturnino Jesus, no Catetão.

O grupo de convocados, que esteve nos 90 minutos do desafio frente aos sambilas, limitou-se a fazer treinos ligeiros, ao passo que os restantes jogadores não convocados e suplentes não utilizados cumpriram preparação normal.

A partir do treino desta manhã, às 9h00, Beto Bianchi deve começar a trabalhar com a equipa tendo em atenção os pontos fortes e fracos do Libolo. Depois da sessão de treino de quarta-feira, tudo pode começar a ficar clarificado em relação aos prováveis titulares para o desafio de Calulo. Mas, é pouco provável que o treinador do Petro venha a efectuar muitas alterações, relativamente a equipa que venceu o Progresso.