Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Relva do Mrtires da Kanhala apavora huilanos

BENIGNO NARCISO - LUBANGO - 30 de Novembro, 2019

Tcnico do Desportivo diz que estado do relvado vai ser um forte adversrio

Fotografia: Aro Martins (Hula) | EDIES NOVEMBRO

O estado da relva do Estádio Mártires da Kanhala, na Caála, vai ser, para além do próprio rival, outro grande adversário da equipa do Desportivo da Huíla, no jogo desta tarde, a partir das 15h30, com o Recreativo local, referente à 13ª jornada do Girabola Zap 2019/2020. A convicção é do treinador Mário Soares que atribuiu favoritismo aos comandados de David Dias.  
De acordo com Mário Soares, o estado da relva do Mártires da Kanhala não aconselha  boa prática do futebol.
“Será um jogo com grau de dificuldade acrescida, por causa do adversário, o seu ambiente e um campo que para o futebol não se aconselha. Mas não será só para o Desportivo, será, também,  para o Caála. Atribuímos o favoritismo ao Caála”, disse.
Em função do quadro que espera, Mário Soares sublinhou que o Desportivo vai ter de encarar o jogo compenetrado e com o foco virado na obtenção de um excelente resultado.
Acrescentou,  reconhecer qualidade ao adversário, mas a sua equipa tem a sua identidade,  por isso, vai contrariar ao máximo as pretensões do Recreativo da Caála e nesse sentido, conseguir um excelente resultado.
 “Vamos compenetrados em busca de um excelente resultado. Reconhecemos qualidades na equipa do Caála. Atribuímos o favoritismo à equipa da Caála, mas temos a nossa identidade e dentro dessa nossa identidade, vamos contrariar ao máximo as pretensões do adversário e procurar puxar para nós um resultado favorável. Um excelente resultado”, ambicionou.
Os resultados e rendimentos desportivos da formação afecta à Região Militar Sul nas últimas três jornadas, em que obteve duas vitórias em casa e um empate fora, deixam antever poucas alterações na equipa.
Assim, Mário Soares deve apostar na seguinte equipa: Ndulo; Chiwe (Cap), Sargento, Mingo Bill e Zé; Manico, Bruno, Elias e Nandinho; Boateng e Emmanuel.