Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Robertinho admite mexidas

Augusto Panzo - 17 de Abril, 2016

Roberto do Carmo

Fotografia: Kindala Manuel

O treinador voltou a manifestar a preocupação com o meio campo e espera que os atletas desta posição entrem em campo mais concentrados para corrigirem os erros observados na última partida.

" Em princípio haverá algumas mexidas no seio do plantel, porque procurámos sempre adequar a equipa de acordo o adversário. Em jogo existe sempre uma estratégia, tal como foi no desafio diante do Porcelana, assim como a primeira parte do jogo com o Desportivo da Huíla", afirmou.

Robertinho lamentou o facto de ter muitas baixas no grupo por lesões, castigos federativos e paludismo, o que impossibilita  a equipa estar numa posição  cómoda na tabela de classificação.

" Poderíamos estar numa posição muito mais cómoda em relação a actual, infelizmente não é possível porque temos tido muitas lesões, castigos federativos e paludismo. Com essa situação, o treinador é obrigado a mexer sempre no xadrez, o que cria uma quebra no conjunto. Isso tudo faz com que o técnico procure outras soluções", lamentou.

Revelou que para contornar a fase menos boa que enfrentam, os jogadores devem apostar na personalidade individual, o que por norma proporciona as vitórias.

"Para a equipa chegar ao golo deve ter ambição e só tem ambição quem tiver personalidade. Isso é uma condição que exijo desde o primeiro dia que trabalho cá no ASA e vamos manter esta postura", sublinhou.
"O jogador tem que estar em paz, com coragem e manifestar alegria para executar a sua função. Foi isso que aconteceu no jogo entre o Barcelona e o Atlético de Madrid, onde ninguém esperava que o Barça fosse afastado. Isso, deveu-se muito à personalidade dos jogadores do Atlético", exemplificou Robertinho.              AP