Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Romeu Filemon assume Kabuscorp

12 de Junho, 2016

O tcnico Romeu Filemon pode ser confirmado nos prximos dias como o novo treinador do Kabuscorp do Palanca

Fotografia: Jos Cola

O técnico Romeu Filemon pode ser confirmado nos próximos dias à frente de  Kabuscorp do Palanca para segunda volta do Girabola Zap, confirmada que está a não elevação do actual interino Bodunha a técnico principal.

Esta possibilidade já foi admitida ontem publicamente  à Rádio Cinco pelo vice-presidente do Kabuscorp, José Dimas.

A direcção da equipa palanquina considera que o treinador, natural de Benguela, tem qualidades para fazer o mesmo que deu a ver quando esteve à frentre de equipas como o Benfica de Luanda, Sonangol do Namibe, 1º de Maio de Benguela, Académica do Lobito, Benfica do Lubango, Académica do Soyo, Santos FC e 1.º de Agosto e nos Palancas Negras.

Romeu Filemon optou pela carreira de técnico de futebol em 1995, após formação superior na Ucrânia, onde também fez o mestrado em Ciências de Educação.

Caso se confirme um contrato do treinador com o Kabuscorp do Palanca, cairá por terra as noticias que dão como certa a sua ida à África do Sul para orientar o Platinum Stars.

O treinador, de 49 anos, que foi despedido do comando técnico dos "Palancas Negras" a 27 de Dezembro de 2015, a poucos dias de Angola iniciar a participação no CHAN-2016 (competição destinada a jogadores que atuam nos respectivos países), tem tudo praticamente acertado com os responsáveis do clube sul-africano.

O jornal "A BOLA online", noticiou, há dias, que o acordo não estava ainda fechado, devido a pequenos detalhes, motivo pelo qual Romeu Filemon deveria deslocar-se á cidade  sul -africana de Rustenburg para fechar as negociações.

Esta seria a primeira experiência de Romeu Filemon fora de Angola (treinou os Palancas Negras em duas ocasiões, não esquecendo a passagem pelos sub-21.

Para está época as contratações e dispensas do Kabuscorp do Palanca visaram a disputa do título depois de na passada clube de Luanda ter estado abaixo das expectativas no campeonato e mesmo nas Afrotaças onde foi  afastado pelo Al Merrikh, do Sudão, que valeu o despedimento do técnico Ljubomir Ristovski, substituído por Miller Gomes. Sem a permanência do camaronês Meyong, o melhor marcador do clube há três anos consecutivos, o clube está a produzir pouco neste Girabola Zap.