Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Ronda encerra com jogo entre sedentos de pontos

Betumeleano Ferro - 09 de Julho, 2018

O triunfo na partida de hoje tem a mesma importncia para Kabuscorp e o Domant

Fotografia: Jornal dos Desportos

As duas últimas jornadas foram de pesadelo para o Kabuscorp do Palanquino. A semelhança do que aconteceu na primeira volta, em que averbaram o mesmo número de derrotas e diante dos mesmos adversários, existe outra coincidência que anima o espírito palanquino, já que a bonança começou diante do Domant FC, opositor desta tarde, às 17h00, no Estádio dos Coqueiros.
Os dois contendores ambicionam os três pontos e existem muitos ventos favoráveis a empurrar os dois conjuntos para chegarem ao objectivo traçado, mas quem tiver sangue-frio e apresentar melhor concentração, vai conseguir prevalecer sobre o oponente.
A pressão de vencer está dos dois lados, mas é inegável que há mais necessidade do lado do Domant, porque está num dos lugares da despromoção, motivo mais do que suficiente para tentar tirar todo o proveito possível da má fase do oponente, para conseguir o impensável nos Coqueiros.
A má prestação do Kabuscorp nos seguidos embates contra concorrentes directos, deixou os adeptos na dúvida, hoje é o momento de reagir ou prolongar a fase negra. Tudo depende da atitude competitiva dos palanquinos que, caso consigam apagar da memória as derrotas do passado, até que podem recorrer a melhor qualidade que possuem, para terminarem com o jejum.
As duas equipas estão separados por 3 pontos, uma realidade que vai com certeza acordar as faculdades competitivas da popular equipa do Palanca. Uma derrota significa ser apanhado pelo modesto Domant, cenário que menos agrada aos donos de casa, pois, seria mais uma tragédia a se juntar as tantas outras, que já aconteceram esta época. O momento não é o mais ideal, para voltarem a desperdiçar pontos.
A manutenção no Girabola, ainda está ao alcance da equipa do Bengo. A jornada passada foi de alegria, mas a realidade hoje é diferente, já que vai exigir motivação extra para impedir os palanquinos de soltarem toda a revolta acumulada nas últimas duas jornadas. Uma vitória extramuros é tudo quanto necessita, para provar que está em franca recuperação na luta pela permanência.
O Kabuscorp está quase no sufoco, perdeu com adversários da mesma bitola, é verdade, contudo, há todos os motivos para acreditar que ninguém nas hostes do clube vai perdoar um terceiro desaire consecutivo, o peso do adversário agora é outro, a obrigação é diferente.
A precisar de todos os pontos possíveis para garantir a permanência, o Domant vai fazer pela vida, para sobreviver nos Coqueiros. O empate já seria um grande ganho para quem sabe da importância de amealhar até não poder mais, para evitar fugir da condenação anunciada.
Uma derrota é o mínimo que os domantinos têm de evitar. As contas podem ser feitas com antecedência se o forasteiro não deixar todo o empenho possível em campo, mesmo que não tenha as mesmas armas para se igualar ao Kabuscorp, o que se pede é que o Domant use o que tem, para voltar a casa com algum motivo de satisfação.