Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Rubian recebe voto de confiana

Manuel Neto - 01 de Novembro, 2016

Rubian,  guarda-redes do Kabuscorp do Palanca, está a viver um período de graça na carreira, na era Romeu Filemon. O atleta "pegou de estaca" e é a aposta da equipa técnica, desde a 21ª Jornada do Girabola ZAP. Desde 2010, no plantel palanquino, o jogador não era um “habitué” na baliza, atingiu o melhor registo em 2013 quando realizou cerca de seis jogos.

E, daí em diante, não mais voltou a ser aposta de mais nenhum treinador. No início da presente época, voltou a não merecer a confiança, na altura, o plantel era treinado por Miller Gumes e Agostinho Manuel (Bodunha) que optaram por Mário, ao longo de toda a primeira volta.Com a saída da equipa técnica, abriram-se as portas a Rubian, ou seja, a chegada de Romeu Filemon foi uma lufada de ar fresco para o novo titular, na baliza dos palanquinos. Depois de assumir a titularidade frente ao 1º de Maio, relegou Mário o seu mais directo concorrente nas duas últimas épocas, para o banco de suplentes.

Desde que assumiu a titularidade, Rubian não deixa os seus créditos em mãos alheias,  realizou todos os jogos na condição de titular, nas últimas oito jornadas,  defende com garras a baliza palanquina, com relevância para os encontros com o Petro Atlético e o 1º de Agosto.Formado no ex - RI 20, onde atingiu a equipa sénior, chegou a  campeão em 2006, em companhia dos guarda-redes, Pitchu e Ângelo,  na altura treinada por Jaw Brouwer, em 2010, altura em que se transferiu para o Kabuscorp Sport Clube do Palanca, onde também em 2013 chegou a ser campeão.

Desde 2010 na turma do palanca, Rubian foi sempre suplente de  Hugo e Abulay, realizou apenas alguns jogos em 2013,  volta  nesta segunda volta do GirabolaZAP, em grande plano. Rubian,  guarda-redes do Kabuscorp do Palanca, está a viver um período de graça na carreira, na era Romeu Filemon. O atleta "pegou de estaca" e é a aposta da equipa técnica, desde a 21ª Jornada do Girabola ZAP.

 Desde 2010, no plantel palanquino, o jogador não era um “habitué” na baliza, atingiu o melhor registo em 2013 quando realizou cerca de seis jogos.
E, daí em diante, não mais voltou a ser aposta de mais nenhum treinador. No início da presente época, voltou a não merecer a confiança, na altura, o plantel era treinado por Miller Gumes e Agostinho Manuel (Bodunha) que optaram por Mário, ao longo de toda a primeira volta.

Com a saída da equipa técnica, abriram-se as portas a Rubian, ou seja, a chegada de Romeu Filemon foi uma lufada de ar fresco para o novo titular, na baliza dos palanquinos. Depois de assumir a titularidade frente ao 1º de Maio, relegou Mário o seu mais directo concorrente nas duas últimas épocas, para o banco de suplentes.

Desde que assumiu a titularidade, Rubian não deixa os seus créditos em mãos alheias,  realizou todos os jogos na condição de titular, nas últimas oito jornadas,  defende com garras a baliza palanquina, com relevância para os encontros com o Petro Atlético e o 1º de Agosto.Formado no ex - RI 20, onde atingiu a equipa sénior, chegou a  campeão em 2006, em companhia dos guarda-redes, Pitchu e Ângelo,  na altura treinada por Jaw Brouwer, em 2010, altura em que se transferiu para o Kabuscorp Sport Clube do Palanca, onde também em 2013 chegou a ser campeão.Desde 2010 na turma do palanca, Rubian foi sempre suplente de  Hugo e Abulay, realizou apenas alguns jogos em 2013,  volta  nesta segunda volta do GirabolaZAP, em grande plano.