Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Rubinho espreita titularidade

Betumeleano Ferr?o - 19 de Fevereiro, 2017

Libolenses e tricolores jogam para a segunda vitória no Campeonato Nacional

Fotografia: Kindala Manuel

O jogo da segunda jornada promete ser um tira-teimas , Recreativo do Libolo - Petro de Luanda. O apito soa às 15h30, em Calulo,  o resultado  duelo pode adiantar ou atrasar um dos assumidos candidatos ao ceptro do campeonato.

O desafio Libolo - Petro tem o carácter de ajustes de contas, pelo que aconteceu no ano passado, aquando das meias-finais para a Taça de Angola. Os libolenses mataram o borrego em casa,  seguramente tencionam repetir a proesa no Girabola ZAP, para juntar o útil ao agradável, ou seja, alcançar a primeira vitória no campeonato, diante de um adversário antes invencível em Calulo.

A derrota na taça ainda dói no seio dos tricolores, Beto Bianchi e pupilos regressam esta tarde  ao mesmo cenário, dispostos a reporem a antiga ordem. O que sucedeu o ano passado deve servir de lição ao campeão dos campeões, adversidades surgem de maneira inesperada, pelo que a equipa não pode perder o foco, senão é ferido de morte pelo seu oponente.

O Petro de Luanda entra em campo com a vantagem de apresentar duas caras novas, os brasileiros Rubinho, médio, e Tony, avançado. A possível inclusão de reforços na equipa titular pode condicionar a estratégia do técnico Vaz Pinto, o conhecimento adquirido na primeira jornada é capaz de ser pouco útil, se os estreantes forem mesmo bons de bola.

 A maneira como o Libolo se exibiu diante do 1º de Agosto deixou ler nas entrelinhas uma aparente dificuldade dos libolenses de defrontar, nesta fase, adversários já talhados. O jogo da Supertaça foi de má memória, porque a equipa de Calulo teve dificuldades de agarrar o jogo, esta tarde Vaz Pinto e pupilos têm a oportunidade de começar a pintar um novo quadro, diante de um adversário do seu quilate.

O duelo desta tarde também vai ser uma espécie de julgamento antecipado, no ano passado, um dos grandes problemas do Libolo foi ganhar aos adversários directos, 1º de Agosto e Petro, agora chegou o momento de acabar com a aparente fraqueza. Os tricolores tiveram melhor desempenho no campeonato, mas desperdiçaram muitos pontos na primeira volta, é esta tendência que Beto Bianchi e pupilos têm de inverter, para evitar repetir o fracasso de 2016 no Girabola ZAP. 

Os dois candidatos gostavam de evitar um confronto na segunda jornada, por causa do risco de perder pontos muito cedo. Mas como as contas do título também vão ser feitas com o resultado do jogo desta tarde, seguramente, libolenses e tricolores vão ver vantagem neste duelo, ainda mais porque quem vencer vai ganhar pontos no confronto directo com o rival.


DETERMINAÇÃO
Libolo quer
quebrar
invencibilidade


A equipa do Recreativo do Libolo quer quebrar a invencibilidade do Petro de Luanda no jogo de hoje da segunda jornada do Girabola 2017 , a disputar-se em Calulo.

Em declarações à imprensa, no final dos treinos o técnico do Libolo, Carlos Vaz Pinto, disse que a equipa esta preparada para quebrar a invencibilidade do Petro, visto que a equipa adversaria tem feito bons resultados em Calulo.

Referiu que a equipa preparou  o jogo com o Petro com muita concentração e eficácia para conseguirmos um resultado positivo no final da partida.
“Queremos  quebrar este ritmo de invencibilidade, por isso,  o nosso foco está na nossa forma de jogar, nossa forma de estar e, se o nosso foco estiver aí, vamos com certeza vencer o Petro”, frisou o técnico.

Disse que está confiante no seu plantel, mas conhecemos também a equipa do Petro, tem bons jogadores, bom treinador, está bem organizada e tem objectivos no Girabola semelhantes aos nossos', que é a conquista do titulo.

Durante a semana o técnico do Libolo trabalhou na recuperação física dos atletas, além das sessões técnica e tácticas, bem como a  correção do sistema de jogo, saídas rápidas para as sessões ofensivas dominaram os treinos.

PETRO DE LUANDA

A presença de Rubinho nos convocados representa a principal novidade na equipa do Petro de Luanda, tendo em vista o jogo desta tarde, às 15H30, em Calulo, diante do Recreativo do Libolo, referente à segunda jornada do Girabola Zap.

Pela primeira vez nos convocados, o craque proveniente do futebol brasileiro pode merecer oportunidade para integrar os titulares, fruto do bom desempenho espelhado durante as sessões de treinos realizadas pela equipa no estágio e na véspera desta visita aos libolenses.

Rubinho chega à equipa do Petro com muito boas referências, tendo feito grandes épocas no campeonato brasileiro, tendo rubricado exibições que lhe valeram a visibilidade para o campeonato angolano.

A julgar ainda pelo que deixou transparecer o treinador brasileiro durante as sessões de treinos, que apenas encerrou ontem, com uma preparação de descontração, chega-se à fácil conclusão que Gerson voltará a ser a principal aposta para a baliza. Aliás, melhor opção não poderá dispor o técnico no plantel, depois das exibições patenteadas pelo jovem e promissor guarda-redes no jogo passado.

A linha defensiva não deve observar, também, mexidas ou alterações. O técnico petrolífero mantém, por isso, confiança na dupla de centrais que maiores garantias de segurança transmite ao colectivo. Em face disso, Élio e Wilson devem voltar a formar parelha no eixo da defesa, devendo ambos contra com os apoios dos laterais Mira, à esquerda, e Ari, à direita.

No centro existem os chamados artistas e construtores de todo o caudal ofensivo da equipa.