Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Rubro-negros aprimoram detalhes

Jorge Neto - 16 de Fevereiro, 2016

Plantel regressa esta manh ao trabalho depois da folga observada ontem

Fotografia: kindala Manuel

A equipa do 1º de Agosto inicia hoje às 8h30 no campo do ex-RI 20  os últimos acertos técnicos e tácticos para a visita ao Benfica de Luanda, com quem joga na sexta-feira às 18h00 no Estádio dos Coqueiros. A sessão vai estar virada para a movimentação ofensiva e defensiva.O conjunto militar tem praticamente a máquina afinada para o desafio de sexta-feira, depois de realizar sete jogos amistosos durante o período de estágio, na capital do país. O balanço é de seis vitórias e um empate, marcou 20 golos e sofreu quatro.

Os adversários foram o Misto do Palanca (6-0), Porcelana do Cuanza Norte (1-0), Misto da Cuca (3-0), Porcelana do Cuanza Norte (2-1), Progresso da Lunda Sul (1-1), Interclube (2-1) e Misto da Cuca (6-1). Os rubro - negros demonstraram uma grande apetência para os golos e uma forte consistência defensiva, onde Dani Massunguna e Diakité são os grandes esteios, com as devidas compensações de Ekundi e Vado.No ataque, o destaque foi Ary Papel. Gelson não deixou os seus créditos em mãos alheias e Geraldo tem conseguido um bom entrosamento com os novos colegas, inclusive tem feito golos.

Esta época os militares prometem uma equipa mais forte, capaz de resgatar a mística do clube e conquistar os títulos em disputa nas duas competições internas, onde vai estar envolvido, no Girabola ZAP e na Taça de Angola.Ontem, o técnico Dragan Jovic concedeu uma folga geral ao plantel , depois do jogo amistoso de domingo em que golearam por 6-1, o Misto da Cuca, no último jogo particular antes do arranque do Campeonato Nacional da Primeira Divisão. Os golos foram marcados por Ary Papel (3), Buá, Gelson e Makiavala.

ESTRANGEIROS
Ibukun e Jumisse
os mais antigos


O plantel do 1º de Agosto está completo com as contratações do maliano Diakité, do gabonês Romaric e do congolês democrata Milambo. Estes atletas juntaram-se ao nigeriano Ibukun e ao moçambicano Jumisse que estão na equipa pela terceira época. O defesa central Diakité e os médios Romaric e Milambo surgem na formação do Rio Seco para responderem às necessidades que tinham no sector e mereceram a aprovação do técnico Dragan Jovic.

Os jogadores garantem a confiança da equipa técnica que ambiciona fazer um campeonato regular e conquistar o título, que entrou na sua galeria pela última vez na temporada de  2006.Com o novo regulamento aprovado pelos clubes e a Federação Angolana de Futebol (FAF), os cinco atletas podem jogar em simultâneo, ao contrário dos anteriores, em que só podiam jogar três em simultâneo.

No ano passado os militares utilizaram quatro jogadores estrangeiros, pois além do nigeriano Ibukun e do moçambicano Jumisse, contavam com os avançados Ndikumana (burundês) e Ben Traoré (senegalês).A direcção liderada por Carlos Hendrick rescindiu o contrato com o senegalês e o burundês por questões disciplinares. Com base nisso, recorreram ao mercado iecontrataram o malianoDiakité, o congolês Milambo e o gabonês Romaric, com quem os militares vão tentar chegar ao décimo título do Campeonato NSacional.