Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sagrada brilha na despedida

13 de Maio, 2019

Diamantferos levaram a melhor sobre os polcias

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

O Sagrada Esperança despediu-se ontem da sua massa associativa, esta época, com uma exibição de luxo e um resultado que orgulha a todos que se identificam com o clube. A vitória convincente de 3-1, na recepção ao Interclube foi a nota de realce, nos jogos que marcaram o encerramento da jornada.

Os diamantíferos brilharam e ludibriaram os polícias que não tiveram soluções para travaram a disposição e motivação dos pupilos de Agostinho Tramagal, que mostrou-se no final da partida bastante vaidoso com a postura do grupo que dirige.

O Interclube que não teve forças para contrariar a ousadia e a determinação dos donos da casa, limitou-se a conformar-se com o resultado e o fim do ciclo dos bons resultados, que vinha realizando nesta ponta final do campeonato nacional.

A refazer-se da decisão da FIFA e ratificada pela FAF, despromoção do Girabola, mas motivada pela reposição dos nove pontos , o Kabuscorp do Palanca foi ao Moxico impor um rigoroso empate nulo ao Recreativo da Caála num jogo equilibrado.

Com este resultado, os palanquinos (campeões nacionais em 2013) ocupam agora o terceiro lugar com 49 pontos, posição que lhe garante acesso às afrotaças, caso consiga um desfecho positivo no "Caso Rivaldo", enquanto os maquisardes  mantém na mesma posição.

No estádio Mártires da Kanhala, o Recreativo da Caála voltou as boas exibições e travou o atrevido Desportivo da Huíla. A igualdade a duas bolas justifica tudo aquilo que os contendores proporcionaram ao longo da partida.