Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sambilas atentos aos polcias

Avelino Umba - 29 de Junho, 2018

Formao do Sambizanga aposta no regresso s vitrias.

Fotografia: Vigas da Purificao Edies Novembro

Galvanizados pelo empate obtido no Lubango, a julgar pelo percurso do Desportivo da Huíla em casa, o Progresso Sambizanga começou já a arquitectar o jogo diante do Interclube, domingo às 16h00, no Estádio dos Coqueiros.
Os sambilas regressam hoje aos trabalhos, às 8h00, no campo da Universidade metodista, na comuna da Funda, Município de Cacuaco, sob orientação do técnico Hélder Teixeira, com sessão única, para recuperação da condição física dos jogadores utilizados na jornada anterior.
Para recepção aos polícias, formação que está motivada após a goleada imposta ao irrequieto Cuando Cubango FC, a equipa da casa augura contrariar a disposição dos visitantes e vencer o jogo, resultado que foge à equipa nas últimas quatro jornadas.
As falhas registadas diante do Domant FC e Desportivo da Huila são as principais preocupações dos técnicos e, segundo apurámos, vão merecer um tratamento especial nos treinos que antecedem o dérbi.
Para colmatar estas debilidades, a equipa técnica defende a necessidade de aprimorar as jogadas combinadas, a circulação, o passe e recepção de bola, sem descurar a melhoraria na pressão defensiva, para anular as investidas do adversário.
O técnico dos sambilas, apesar de a equipa não ter marcado na deslocação ao Lubango, mostrou-se satisfeito com as melhorias que a equipa regista no capítulo táctico, embora acredite ter condições para fazer mais e melhor, nesta fase derradeira da competição.
De resto, o grosso de jogadores do plantel trabalhou na manhã de ontem com normalidade, no Complexo Desportivo e Escolar no Sambizanga, com a mesma motivação e vontade de fazer sempre mais e melhor.

20ª JORNADA
Dérbis aquecem
tardes de cacimbo


Dois dérbis aquecem, em Luanda, as tardes de cacimbo de sábado e domingo, nos jogos referentes à 20ª jornada. Depois da derrota na primeira volta (1-3), o Kabuscorp do Palanca procura, sábado, ajustar as contas com o 1º de Agosto, no jogo de maior cartaz desta ronda.
A actuar na condição de anfitriã, a formação palanquina procurará utilizar todos os argumentos para se redimir do desaire anterior, numa altura em que ocupa a quarta posição com 26 pontos, menos nove que o d’Agosto, co-líder da prova, juntamente com o Petro, com 35.
Já o clube militar,  vê-se “assolado” por uma onda de quatro empates consecutivos e ameaçado pelo Petro de Luanda, daí que tenha a “obrigação” de vencer, para evitar o escape dos tricolores, que, teoricamente, terão no domingo, um jogo mais fácil, diante da Académica do Lobito (5º/25 pts), no Estádio de Ombaka, em Benguela.
Os palanquinos vêem motivados de um triunfo na ronda anterior, frente ao Recreativo do Libolo, por 2-1, enquanto os "rubro-negros" não foram para além de um nulo diante dos lobitangas, após terem empatado com o Progresso do Sambizanga, Bravos do Maquis e 1º de Maio de Benguela.
Aguarda-se, no entanto, por uma partida renhida entre palanquinos e militares.