Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sambilas espreitam vitria hoje nos Coqueiros

Betumeleano Ferro - 24 de Novembro, 2018

Sambilas procuram hoje manter a senda de bons resultados frente aos calenses

O regresso do campeonato vem acompanhado com uma certeza absoluta para o Recreativo do Libolo. A formação de Calulo tem de aparecer no Girabola ZAP 2018/2019,  os maus resultados nas jornadas anteriores, são a melhor prova de que  ainda não se aperceberam que a prova começou. O oposto, está a acontecer com o Progresso do Sambizanga. O bom arranque dos sambilas transmite tranquilidade para encarar o futuro com optimismo e com motivos para acreditar que podem continuar a somar pontos.
Quando o relógio marcar 15h00 e o árbitro autorizar o início do Recreativo do Libolo - Sporting de Cabinda, no Estádio de Calulo, a equipa caseira vai estar forçada a manter o foco na baliza contrária. A vitória está a demorar, é normal que a direcção e os adeptos estejam ansiosos em ver hoje o começo de uma nova era, afinal, quem quer chegar ao título sabe que sem vitórias, é o mesmo que nada.
O estado de aflição em que se encontram os anfitriões, têm uma razão de ser. Agora, chegou o momento do corpo técnico e do plantel mostrarem de que material são feitos. Toda a demora em responder com competência, pode ser fatal, ainda mais, porque os principais concorrentes, Petro de Luanda e 1º de Agosto, já estão a fazer demonstrações de força.
A deslocação ao Libolo é de alto risco para os leões, a bravura que demonstraram no último jogo, em que travaram  com um empate o Petro de Luanda, é uma prova de que vão tentar extramuros consolidar o que alcançaram com enormes sacrifícios. Dar sequência aos bons resultados é uma ambição leonina. Se a equipa recuperar as coisas boas que fez na jornada passada, pode muito bem ser, outra vez, motivo de boa conversa no campeonato, depois de um mau começo.
O Progresso do Sambizanga está competitivo e recomenda-se. Por isso, esta tarde vai confiante aos Coqueiros, tentar sobrepôr-se ao sobre o Recreativo da Caála. Os sambilas têm feito coisas boas, nesse início de época, a boa entrada no campeonato aumenta a responsabilidade para que haja Progresso, em tudo.
O Caála tem de estar prevenido e escolher muito bem como se comportar, para impedir que o adversário continue na mó de cima, no campeonato. Fica claro, que tudo de bom ou de mau que vai acontecer ao CRC, também vai depender da postura em campo. Tentar jogar para o pontito, pode inclinar o relvado, e favorecer quem estiver a atacar.

Teixeira ambiciona mais três pontos

O pensamento da equipa do Progresso do Sambizanga para o jogo desta tarde às 16h00, nos Coqueiros, diante do Recreativo da Caála, é único: Vencer. A garantia foi dada ao Jornal dos Desportos,  pelo técnico Hélder Teixeira, embora anteveja um desafio difícil,  face às competências do adversário.
Hélder Teixeira já conta com o avançado Yano, ausente nos primeiros dois jogos do campeonato, devido à uma micro-ruptura no joelho esquerdo, assegurou que apesar do respeito pelo adversário, a postura  não vai ser diferente relativamente à equipa que vem do município da Caála.
"Espero dos meus jogadores um comportamento o mais correcto possível, principalmente a concentração, de formas a ultrapassarmos esta difícil equipa, que é o Recreativo da Caála", começou por antever o jogo.
O técnico sambila considera que os seus jogadores não estão preocupados com o passado, nem com o historial de confrontos entre si, sobretudo na época passada, em que empataram na primeira e segunda voltas.
"A nossa ambição é somar pontos, como em todos os jogos, o pensamento único é o de vencer e este não vai ser excepção, queremos somar pontos", sublinhou.
O treinador disse saber das dificuldades que vão ter. Por isso, o foco vai cingir-se na anulação de pontos fortes da equipa adversária.
"Qualidade em termos individuais, temos na nossa equipa. O adversário olha sempre com muito respeito, tal como nós olhamos", disse.
Hélder Teixeira lamenta o pouco público que afluí aos campos, como disse, um bom número de adeptos no Estádio seria um factor de motivação para ambas as equipas, está focado nas qualidades que a sua rapaziada pode apresentar dentro de campo.
"Um Estádio cheio empolga qualquer atleta. Isso, dá sempre uma força anímica aos que estão dentro do campo", referiu.
Destacou também a imensa qualidade dos jogadores do Caála, referiu-se a um colectivo que ao longo do tempo torna-se cada vez mais sólido.