Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sambilas prescindem de Albano César

Avelino Umba - 17 de Novembro, 2016

Direcção sambila descartou a renovação do contrato com o técnico nacional devido aos maus resultados na época finda

Fotografia: M.Machangongo

Albano César não é mais treinador do Progresso do Sambizanga. A informação foi avançada ontem, ao Jornal dos Desportos, pelo vice-presidente para futebol, Manuel Dias dos Santos, que descartou qualquer hipótese de renovação.

O dirigente sambila realçou, que o técnico terminou o vínculo contratual no final da época, sem atingir os objectivos traçados pela direcção, que passava pela conquista da Taça de Angola e classificar-se na quinta posição no Girabola Zap.

"O treinador Albano César já não faz parte do nosso clube. O técnico terminou o contrato sem qualquer possibilidade de renovação, pelo facto de não cumprir com os objectivos traçados pela direcção, na época terminada recentemente", destacou.

Sublinhou, que do propósito projectado pela direcção, o Progresso do Sambizanga "não conquistou a Taça de Angola, tal como não conseguiu  alcançar o quinto lugar no Girabola Zap. Portanto, nem uma nem outra conseguiu" esclareceu.

O JD apurou, que apesar de Albano César não atingir os objectivos propostos, alguns membros da direcção reconhecem que o técnico foi um dos que mais sucessos teve nas últimas épocas, disputou a final da segunda maior prova do calendário futebolístico nacional, embora não melhorasse a classificação no campeonato, devido aos vários problemas vividos.

" Concordámos que os resultados desta época não foram os mais esperados, mas também não foram os mais péssimos, em relação aos anos anteriores. Foi um digno finalista vencido, e no Girabola Zap classificou-se em oitavo com 39 pontos, uma prova muito competitiva," destacou um dirigente que pediu o anonimato.

Deste modo, afirma a fonte, "Albano César sai do clube de cabeça erguida e é sempre uma figura muito amada, respeitada e importante, não só no Progresso do Sambizanga, como no futebol nacional," acentuou.

Quanto ao novo treinador dos sambilas, para as próximas épocas, Manuel Dias dos Santos prometeu pronunciar nos próximos dias. Questionado se a direcção  aposta num técnico estrangeiro ou angolano, disse que tudo vai depender das pesquisas a serem feitas, tanto no mercado interno como externo.

"O estrangeiro, às vezes, fica mais barato, mas vamos fazer uma pesquisa para ver o técnico que melhor se encaixa com os nossos objectivos", frisou o dirigente sambila.

Técnico com folha
de serviço aceitável


Albano César assumiu a equipa do Progresso do Sambizanga em Abril de 2015, em substituição de Mário Calado, demitido uma semana antes, por maus resultados. O técnico na altura bateu na concorrência, os portugueses Bernardino Pedroto e Álvaro Magalhães, o ucraniano Victor Bondarenko e o angolano David Dias, realizou uma recuperação aceitável na classificação que mereceu o voto da confiança da direcção.

Após a contratação, foi exigido a melhoria da classificação da edição anterior, 10º lugar no Girabola 2014, obtido com o cabo-verdiano Lúcio Antunes, no comando.

Albano César, antes de assumir o comando sambila, era técnico do Sporting de Cabinda, equipa que atravessava uma grave crise financeira, aceitou o desafio e realizou uma campanha que agradou a todos os que se identificam com as cores do clube.

Até o fim do vinculo contratual com o Progresso do Sambizanga, teve como colaboradores directos, Zola Nseka, Mário Dias como adjuntos. Mbla José foi o técnico de guarda-redes e Rui Guilherme foi preparador físico, para além de Matateu e Zico, hoje nas camadas de formação.

Na  última época como treinador do Progresso, alcançou a oitava posição com 39 pontos no Girabola Zap, foi finalista vencido da Taça de Angola,  perdeu com o Recreativo do Libolo, por 1-2, após prolongamento, embolsou  dois milhões de Kwanzas como prémio atribuído pela patrocinadora da prova Global Seguros.