Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sambilas sofrem para repartir pontos

Avelino Umba - 20 de Fevereiro, 2017

O Progresso Sambizanga sofreu bastante ontem para empatar em casa diante do 1º de Maio de Benguela por 2-2

Fotografia: Paulo Mulaza

O Progresso Sambizanga sofreu bastante ontem para empatar em casa diante do 1º de Maio de Benguela, por 2-2, em jogo referente à segunda jornada do Girabola Zap, numa tarde em que os proletários mostraram a grande capacidade competitiva em campo no primeiro tempo. Os golos foram apontados por Yeye aos 37, Fatite aos 44 para os proletários, enquanto que Va  aos 52 e Silva aos 65 marcaram para os sambilas.

Os primeiros 45 minutos foram de muito sofrimento para a equipa de Kito Ribeiro mesmo com apoio do seu público que torcia e empurrava a equipara para a vitória mas sem sucesso, diante de um adversário que veio com a lição bem estudada, disposição e vontade de vencer o adversário em sua casa.

A formação sambila foi a primeira a chegar  baliza do adversário por intermédio de Vá aos 5 minutos , mas sem grande perigo para Fany, embora com algum calafrio para os poucos adeptos dos proletários presentes. Com jogadas bem delineadas, a rapaziada de Hélder Teixeira jogava com a maior naturalidade, impondo o seu adversário a constantes perigos. À baliza de Nyame sobrava assim o aviso de que o golo era questão de minutos.

E não tardou tanto quando, à passagem do minuto 37, Yeye assistido por Alex na grande área, cabeceou sem grandes dificultardes para a baliza de Nyame que só viu a bola a dançar dentro das malhas. Os sambilas foram atrás de prejuízo, mas estes não fizeram nada para que o golo de empate acontecesse ainda na primeira metade de jogo .

Os proletários continuaram a fustigar os sambilas, empurrando-os para o seu último. À passagem do minuto 44, Fatite no meio da "rua", distante da grande área, rematou muito forte para a baliza de Nyame, ampliando para 2-0, resultado que prevaleceu ate ao intervalo. No reatamento, Kito Ribeiro inconformado com o resultado fez duas substituições em simultâneo, com a entrada de Silva e Fofo a substituírem Norberto e Patrick respectivamente.

Com esta mexida, a equipa entrou melhor e foi à luta, o que resultou em golo, por intermédio de Vã aos 52. Foi um golo quase copia de Fatite.
Minutos depois, a equipa comandada por Kito Ribeiro foi acreditando na reviravolta. Yano aos 60, quase que marcava, mas não aproveitou bem saída em falso de Fatite.

Não tardou. Cinco minutos depois, Silva mostrou que não saltou do banco por mero acaso. O jovem, numa jogada individual, fintou um adversário fora da grande área e rematou rasteiro para dentro da baliza sem qualquer defesa de Fatite. A partir deste momento começou o grande espectáculo com o Lunguinha a cruzar para os seus colegas na grande área que não eram bem aproveitadas.

Yano desperdiçou várias oportunidades claras de golo já quando o adversário, a acusar algum cansaço, mas que depois veio a reagir quando os sambilas apostavam numa postura de armar venenosos contra-ataques. Porém , o resultado já estava escrito: empate.

DECLARAÇÕES
Diogo Pedro
(adjunto do Progresso
do Sambizanga)

"Tivemos
o domínio"

"Foi um jogo bem disputado, sobretudo na segunda parte em que tivemos o melhor domínio da bola. Sabíamos que teríamos um jogo bastante difícil com o 1º de Maio de Benguela, onde vimos uma primeira parte em que o adversário aproveitou melhor as suas oportunidades. Conseguimos empatar no segundo tempo onde tínhamos tudo para dar uma cambalhota ao resultado, mas a falta de concertação por parte dos nossos jogadores fez com que saíssemos com o jogo empatados .Vamos continuar a trabalhar para corrigir esse factor concentração para os próximos jogos".

Hélder Teixeira 
(1º de Maio de Benguela)

"Não estamos
desanimados"


"Entrámos bem e saímos para o intervalo com a vantagem de 2-0. No reatamento, sofremos o primeiro golo porque o guarda-redes estava batido. Voltámos a sofrer o segundo golo de empate. É normal sairmos com um ponto, apesar de termos trabalhado para a vitoria. Não estamos desanimados. Vamos continuar a trabalhar para o próximo jogo que acreditamos bastante difícil diante do campeão 1º de Agosto ".