Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sambilas trabalham motivados

Avelino Umba - 19 de Junho, 2018

Treinador do Progresso Sambizanga perspectiva uma equipa mais forte nas restantes jornadas do campeonato nacional

Fotografia: Kindala Manuel | Edies Novembro

Os empates nas duas primeira jornadas do Girabola Zap, diante do 1º de Agosto e do Petro de Luanda, ambos a uma bola, não abalou a estrutura psicológica dos jogadores do Progresso Sambizanga. Pelo contrário, deu mais alento ao grupo para enfrentar com determinação os próximos jogos do campeonato, segundo o treinador Hélder Teixeira, ontem de manhã, após o trabalho de recuperação realizado na floresta da Ilha de Luanda.
\"A equipa está moralizada e trabalha com muita alegria, de formas a melhorar o nosso futebol e fazer com que saiamos da classificação em que nos encontramos no campeonato (9º), porque, na minha opinião, estamos muito mal classificados\", disse o treinador sambila.
Travar a marcha triunfal dos grandes, segundo Hélder Teixeira, não é obra do acaso, mas sim, fruto do bom trabalho que a equipa está a realizar.
\"Como sabem, esta é uma equipa que está a ser formada. A sua formação está baseada em jogadores da equipa B e juniores da casa. Nesse momento está a se reencontrar. Já está a conseguir fazer aquilo que nós, equipa técnica, pretendemos, mas ainda falta muito.
Estamos muito focados de forma séria e árdua, para que possamos ter uma equipa que não tenha medo de ter a bola nos pés e que saiba jogar, fluir o futebol com dois toques, jogar nos espaços e sair nas diagonais. É este o nosso foco, principalmente a cultura táctica, que tem sido o problema dos jogadores angolanos\", referiu Hélder Teixeira, que avançou não saber das razões que levam aos jogadores angolanos a não serem fortes neste aspecto.
\"O problema da cultura táctica em Angola é quase zero. É aí onde o Progresso Sambizanga está focalizado, apesar de ter principio da culta táctica, mas que falta ainda alguns condimentos. É dai que estamos a trabalhar para termos um Progresso forte, extremamente competitivo e consistente, para realizar um campeonato tranquilo, porquanto ainda estamos na intranquilidade em função da classificação. Mas o que me satisfaz, neste momento, é que estamos com uma equipa consistente, por isso acreditamos que os resultados irão aparecer\", disse.
Apesar disso, de acordo com o treinador, a equipa tem vindo a atravessar alguns problemas, daí que apela a compreensão de todos para que possam levar o barco a bom ritmo.
\"Faltam alguns condimentos para que a equipa esteja melhor. Sabemos que a direcção do clube tem envidado todos os esforços para materializá-los, mas não tem sido fácil\" realçou.

Progresso treina na Funda

A equipa do Progresso Sambizanga trabalha, a partir de hoje até quinta-feira, no campo de relva natural da Universidade Metodista,  na comuna da Funda, no município de Cacuaco, onde durante três dias vai preparar a recepção ao Domant FC de Bula Atumba, domingo, às 16h00, no estádio dos Coqueiros, jogo referente à 18ª jornada do Girabola Zap 2018.
O treinador Hélder Teixeira considera este jogo de "bastante complicado",  a julgar pelo resultado do adversário na jornada anterior: derrota caseira (0-1) diante do Cuando Cubango FC.
"É um jogo que consideramos complicado, porque o adversário vem de uma derrota caseira contra o Cuando Cubango na jornada anterior. Deste modo, vamos jogar com um adversário imprevisível, que tanto pode jogar mal, como pode fazer um grande jogo. Espero que façamos um grande jogo, para que possamos ultrapassar o adversário e pontuarmos", disse.
O treinador reconheceu, por outro lado, o valor do adversário, equipa que considera de muita aguerrida.
"É uma equipa (Domant FC) bastante aguerrida e que luta pela posse da bola. Isso complica-nos de certa forma, mas o nosso objectivo é procurar ganhar o jogo", frisou.
Hélder Teixeira não se cansa em pedir apoio aos adeptos, para que a equipa siga em frente na prova. "É no momento da batalha que precisamos de apoio, sobretudo nesta fase, em que a equipa está a discutir de igual para igual com qualquer adversário do campeonato. E devem acreditar que os jovens sabem jogar bom futebol. Estamos a ser consistente desde às últimas quatro ou três jornadas e queremos também manter a invencibilidade em casa, onde ainda não perdemos", afirmou Hélder Teixeira.