Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sambukilastm a vida complicada

01 de Junho, 2017

Albano Csar tem a dura misso de salvar os lundas da despromoo

Fotografia: Santos Pedro|Edies Novembro

A saída do treinador Kito Ribeiro e de 12 jogadores influentes, com destaque para Mongo (melhor marcador da equipa no ano passado), Diego Rosado, René, Mendinho, Tshibuabua e Chico Bel deixou a equipa do Progresso da Lunda Sul incaracterística. Ou seja, os lundas perderam a sua identidade este ano, principalmente no Girabola Zap, competição em que foram a sensação nas temporadas de 2015 e 2016.

A 14ª posição que a equipa ocupa no Girabola Zap 2017, com 12 pontos, ao cabo da primeira volta, contrasta com a prestação do ano passado em que foi  o quarto classificado, e a meio da prova ocupava a oitava posição, com 19 pontos.O Progresso da Lunda Sul, em 2016, até o final da primeira volta tinha vencido cinco jogos em 15 agendados, empatou quatro, perdeu seis, marcou dez e sofreu 12 golos,  que permitiu a equipa atingir os 19 pontos, na oitava posição.  Nesta época, em 15 jogos calendarizados a equipa venceu três, teve igual número de empates e perdeu nove, marcou 12 golos e sofreu 23,  a terceira defesa mais batida do campeonato.

Com Paulo Figueiredo ao comando, em substituição de Kito Ribeiro (actual técnico do Progresso do Sambizanga), os “sambukilas” começaram a época com derrota, perderam  seis jogos consecutivos, para desagrado dos adeptos e da direcção do clube.  Resultante de má prestação, Paulo Figueiredo colocou o cargo à disposição, prontamente aceite pela direcção do clube. Foi substituído por Albano César, que no seu segundo jogo deu a primeira vitória à equipa,  a consequente esperança e confiança aos adeptos. 

Com Albano César, o Progresso da Lunda Sul venceu três jogos e teve igual número de empates, registos insuficientes para tirar a equipa da zona de despromoção.A esperança de evitar a despromoção, na maior prova do futebol nacional continua depositada em Albano César, que tem na segunda volta a difícil missão de conseguir pelo menos 18 pontos., para não descer de divisão.

Para tal, Albano César, ainda em fase de diagnóstico à equipa (uma vez que o actual plantel foi constituído por outro treinador), solicitou à direcção para a adquisição de reforços, sobretudo médios e avançados.No primeiro jogo da segunda volta (16ª jornada), o Progresso da Lunda Sul recebe o FC Bravos do Maquis, no Estádio Municipal das Mangueiras, em Saurimo.