Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Savan garante forte ponta final

Betumeleano Ferro - 06 de Setembro, 2015

Jogadores benfiquistas esto unidos em torno do plantel e prometem tudo fazer para terminarem o Campeonato Nacional no podium do Girabola 2015

Fotografia: Jos Soares

A intermitência do Benfica de Luanda nas últimas duas jornadas do Girabola vai dar lugar a bonança nas seis rondas que faltam para o fim do campeonato, prometeu o médio Savané.

"Os empates que tivemos vieram na pior altura, mas o que conta agora é que estamos preparados para ultrapassar esta má fase com bons resultados até o fim", mostrou-se convicto.

O empate com o Progresso da Lunda Sul (2-2), jogo disputado nos Estádio dos Coqueiros, fez meditar os jogadores encarnados. Ou seja, a conversa no balneário permitiu a equipa renovar a atitude competitiva.

"Sempre falamos entre nós com ou sem bons resultados, esta tendência nos dá a chance de vermos as coisas negativas que temos de rectificar, sinto que estamos mais bem preparados para voltar a ganhar jogos seguidos", vaticinou.

As seis derradeiras jornadas do Girabola são cruciais para as águias tentarem chegar ao título, os adversários são difíceis de ultrapassar, mas Savané assegurou que o plantel tem pernas para andar sem tropeçar.

"O nosso grupo está unido, cada um sabe quais são as suas responsabilidades, é isto o que vai fazer toda a diferença em campo", enalteceu.

O Benfica está no auge da forma desportiva, pelo menos os resultados verificados na segunda volta convenceram o médio de 25 anos de idade, vai completá-los a 27 do corrente, de que a equipa nunca esteve tão forte como agora.

"Empatámos dois jogos seguidos mas mesmo assim estamos muito melhor do que na primeira volta. Antes faltava-nos alguma sorte, felizmente agora tudo mudou, porque temos muito mais vitórias, a maioria delas obtida de maneira consecutiva", elogiou.

Os empates com o ASA e o Progresso não fizeram mossa ao Benfica de Luanda. Savané garantiu que os 4 pontos perdidos aumentaram a revolta do plantel encarnado. "Entramos em todos os jogos com o único objectivo de somar 3 pontos. Quando empatamos o grupo fica chateado porque complica os nossos objectivos, felizmente já ultrapassamos o que aconteceu nos últimos jogos, agora queremos que os outros também fiquem atrapalhados com os nossos resultados", prognosticou.

As escorregadelas do Benfica coincidiram com as do campeão Libolo, mas o médio prefere minimizar a situação, porque argumenta que num campeonato longo de 30 jornadas todos os competidores estão sujeitos a oscilações repentinas de rendimento.

"Queremos continuar a fazer o nosso campeonato sem nos preocuparmos com o que os outros dizem", sublinhou Savané, "queremos ultrapassar o Libolo mas não podemos dizer apenas que hoje estaríamos à frente ou mais próximos deles, eles também devem estar a pensar que estariam muito mais distantes de nós se não empatassem duas vezes seguidas". 


ATITUDE
Médio toma lugar
no ninho da águia


A época de estreia de Savané no Benfica de Luanda está a ser de sucesso, o atleta marfinense pegou de estaca na equipa titular.

"O campeonato já fez disputar 24 jornadas, apenas em 3 ocasiões não entrei de início, sempre fiz parte da primeira equipa desde que cá estou", mostrou-se alegre.

O médio sempre foi discreto desde que chegou ao futebol nacional pelas mãos do Sagrada Esperança, mas as suas exibições são sempre consistentes.

"As coisas estão a correr muito bem no Benfica, o que tenho feito leva-me a pensar que estou no bom caminho, porque está tudo a acontecer tal como eu pretendia desde o início", enalteceu.

A estatística já permite a Savané esfregar as mãos de satisfação, mas ele ambiciona muito mais para se sentir contente.

"Ainda falta mais um pouco para ficar totalmente alegre, quero ser campeão nacional, este é um dos objectivos que tracei quando cá cheguei. Se isto acontecer vou ter motivos para estar verdadeiramente contente com tudo o que fiz", revelou.

O médio encontrou forte concorrência mas nunca teve dificuldades de se impor porque recebeu uma boa acolhida dos colegas.

"Eu encontrei um plantel de boa qualidade, mas a harmonia e a união que encontrei fizeram toda a diferença", mostrou-se agradecido.

O atleta do Benfica está a cumprir o 8º ano consecutivo no futebol nacional. Esta sequência de épocas seguidas lhe deu o estofo necessário para conhecer a maneira de jogar dos colegas.

"Não tive dificuldades de entrosamento porque tenho colegas que estão no Girabola há vários anos, isto acaba por também facilitar as coisas, porque já nos defrontámos várias vezes", afirmou. As hipóteses de Savané perder a titularidade parecem poucas, mas o atleta se mostra preparado para tudo porque sabe que o técnico Zeca Amaral é o único em posição de decisão.

  "Eu tento fazer a minha parte mas a palavra final é sempre do treinador, é normal que ele decida dar mais rodagem aos outros colegas se achar que preciso recuperar do cansaço, o mais importante é que todos no plantel têm qualidade para ser titular", rematou o nº10 do Benfica.                                            
BF