Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Segunda Jornada tem início hoje

Betumeleano Ferr?o - 18 de Fevereiro, 2017

A segunda jornada do Girabola Zap abre hoje

Fotografia: Jornal dos Desportos

A liderança isolada do Girabola ZAP, é o objectivo por que se vão bater esta tarde, o Kabuscorp do Palanca e o Sagrada Esperança. Uma vitória ainda que escassa diante dos imprevisíveis Desportivo da Huíla e Progresso da Lunda Sul chega e basta para palanquinos e diamantíferos confirmar a veia ganhadora, com que iniciaram o campeonato.

Os palanquinos recebem nos Coqueiros, às 16h00, o Desportivo da Huíla, um jogo difícil em que o Kabuscorp vai de ter de esquecer a exibição, e a gorda vitória fora de casa sobre a Académica, para somar 3 pontos. Quem joga em casa, entra em campo como favorito, porque tem  um plantel mais largo e com mais qualidade, mas ter todos os trunfos nas mãos é insuficiente para sentenciar o jogo, os pupilos de Romeu Filemon vão ter de puxar dos galões como fizeram na estreia, para derrotar os militares.

A moralizante vitória na abertura do campeonato, até certo ponto, veio provar que o Kabuscorp tem bom apetite quando diante de mesa farta. A equipa palanquina perdeu referências, mas aparenta ter encontrado rápidas soluções, para  tornar-se o candidato ao título que a direcção tanto apregoa.

Os palanquinos sabem da importância de arrancar bem, para estar no comboio dos candidatos, se a equipa mantiver o espírito ganhador diante do Desportivo, pode embalar com segurança rumo à conquista do campeonato, um objectivo nada fácil, porque os outros concorrentes têm mais recursos.

O Desportivo da Huíla teve uma pré-época com muitos baixos, o regresso do técnico Mário Soares pouco ou nada mudou na organização do clube militar, é por isso, que a equipa quer aproveitar as primeiras jornadas do campeonato para recuperar o tempo perdido.

A visita ao Kabuscorp vem em boa altura para o Desportivo, o adversário tem tudo o que os militares precisam para começar a  esticar-se no campeonato. O Desportivo sabe de que lado está o favoritismo, a equipa não precisa de pegar no jogo, tem de ter muito cuidado para evitar defender muito perto da grande área, situação como esta, a qualidade palanquina pode sobressair  e decidir o jogo.

O dérbi do Leste, Progresso da Lunda Sul - Sagrada Esperança, vai também agitar o campeonato, porque em caso de vitória dos diamantíferos, o brilho da equipa de Ekram Asma vai reluzir no topo da classificação.

O título não é o objectivo supremo do Sagrada Esperança, mas é ponto assente que o gosto pela liderança motiva os diamantíferos a juntar acções para permanecer entre os líderes do campeonato. O discurso vitorioso do técnico Ekram Asma é contagiante, agora, venha o dérbi para que a equipa da Lunda Norte volte a casa com aproveitamento de 100 por cento.

A recepção ao vizinho Sagrada, vem em pior altura para o Progresso da Lunda Sul, a equipa precisa de vencer para reajustar o passo no campeonato. A derrota na estreia atrasou a caminhada do Progresso, porque nos últimos anos tem obtido boas classificações.

O Progresso está em fase de transição, a entrada em funções do ex-capitão Figueiredo ainda vai levar tempo a dar resultados. Fazer esquecer Kito Ribeiro não é tarefa fácil, mas o novo técnico sabe da importância de começar a ganhar cedo, para conquistar a confiança, nas próximas jornadas.


KABUSCORP
Faustino falha
segundo jogo


O lateral esquerdo Faustino, à semelhança da primeira jornada, volta a desfalcar a equipa do Kabuscorp do Palanca no Girabola Zap 2017. O jovem futebolista  é ausência confirmada para o desafio de hoje  às 16h00, no Estádio dos Coqueiros, diante do Desportivo da Huíla, referente à segunda jornada do Girabola Zap.

O atleta lesionou-se, num dos  jogos que a equipa palanquina efectuo no estágio pré-competitivo, no Lubango. O jogador não recuperou,  não fez parte do jogo da jornada anterior diante da Académica do Lobito, em que os palanquinos venceram por 3-0.

Não obstante o esforço da equipa médica, em recuperá-lo, Faustino não melhorou a tempo do  jogo com os militares da  Região Sul.

Formado no clube do Palanca, Faustino dá tranquilidade à ala esquerda  do Kabuscorp e para colmatar o vazio,  a equipa técnica  liderada por Romeu  Filemon conta com os préstimos  de  Ebungá, reforço que veio do Vita Clube de Kinshasa, que também tem agradado aos técnicos.

Uma fonte do clube do Palanca fez saber ao Jornal dos Desportos, que o grupo está galvanizado em mais uma vitória  na competição, depois do triunfo em Benguela diante da Académica do Lobito, pois só assim vão cumprir à risca com os objectivos traçados pela direcção, que passam pela conquista do Girabola Zap e da Taça de Angola.

"Ao longo das prelecções, o empenho pelo trabalho no sentido de pontuar em todos os jogos que tenha pela frente, é a nota dominante. Ou seja, ganhar todos os jogos é a palavra de ordem do conjunto que até ao momento penso está a ser bem digerida", disse a fonte.
 MANUEL NETO


ESTÁDIO 22 DE JUNHO

Interclube e Santa Rita de Cássia
querem pontuar pela primeira vez


O campeonato pode começar hoje para o Interclube e o Santa Rita de Cássia, as duas equipas  estrearam-se com derrota, pelo que esta tarde têm a oportunidade de pontuar pela primeira vez no campeonato. Os polícias também  estão como  projecto em construção, têm treinador novo e a melhor qualidade do plantel  coloca - os na obrigação de mostrar autoridade em campo.

A jogar em casa, o Interclube vai para o relvado sem escolhas, ou ganha ou o anúncio da candidatura ao título,  começa a cair em descrédito. O campeonato mal começou, é verdade, mas a tendência dos últimos anos é muito esclarecedora, quem se atrasa no início, nunca termina em primeiro.
Os polícias sabem disso, têm de apressar o passo para não despertar tarde e em má hora, como aconteceu, por exemplo, com o Petro na época transacta.

O Santa Rita de Cássia chegou ao campeonato com muito alarido, a sua estreia esteve muito aquém da expectativa, mas ainda há muito Girabola ZAP para a equipa do Uíge começar a fazer milagres. Ninguém está à espera de ver os uigenses empoleirados na liderança, mas também é verdade que se os maus resultados de avolumam mais cedo, a recuperação pode ficar mais difícil de fazer.

O Interclube costuma fazer bons resultados em casa, o adversário é acessível, mas é fundamental que os polícias tenham coragem de ditar as regras do jogo, o que a acontecer deve diminuir em demasia as hipóteses do Santa Rita de Cássia empatar.

A equipa da Polícia tem um plantel com vasta experiência no campeonato, esta mais-valia  ajuda a desequilibrar o jogo, pois é possível que o Santa Rita de Cássia queira tirar proveito do efeito surpresa, para tropeçar o Interclube.

Os incidentes da semana passada podem ter criado mossa, nas hostes do Santa Rita de Cássia, é normal que o plantel em uníssono ambicione o melhor resultado possível, a vitória, para atrair os seus adeptos ao Estádio 4 de Janeiro.

As chances do Santa Rita de Cássia pontuar no Estádio 22 de Junho podem ser muitas ou poucas, tudo  depender da maneira como a equipa reage às incidências do jogo, o Interclube vai  arriscar mais, e é capaz de abrir brechas para o adversário entrar, e causar muito perigo, se for eficiente. BF


DESPORTIVO DA HUÍLA
Mário Soares esconde estratégia


O técnico do Desportivo da Huíla, Mário Soares, escusou-se a revelar a estratégia e a forma como a equipa vai abordar o desafio de hoje às 16h00, no Estádio dos Coqueiros, diante do Kabuscorp do Palanca, no arranque da segunda jornada do Girabola Zap. O treinador dos militares da Região Sul recorreu ao ditado, segundo o qual, “ o segredo é a alma do negócio”.

Cauteloso na abordagem do jogo, durante a conferência de imprensa realizada ontem, no Lubango, antes da viagem da equipa para Luanda, o técnico limitou-se a garantir que a estratégia a utilizar vai ser, na sua maneira de ver, a ideal.

“Não seria de bom agrado apresentar as nossas armas publicamente à imprensa. Mas tenho que tranquilizar a massa associativa de que a estratégia definida será com o intuito de ganhar. Posso ganhar o jogo apresentando onze avançados ou onze defesas. O que interessa depois é o momento do jogo. Preparamos uma estratégia que na nossa maneira de ver é o caminho ideal para trazermos um bom resultado”, disse.

O técnico espera dificuldades acrescidas. Reconhece, que individualmente o Kabuscorp é uma equipa muito bem dotada e colectivamente bem orientada, com um estilo de jogo definido baseado em transições rápidas, ataca muito bem pelas alas. Por isso, preveniu que a equipa vai estar atenta e concentrada para que os intentos do adversário não sejam concretizados.

“Reconhece-se, individualmente, que o Kabuscorp é uma equipa muito bem dotada. Colectivamente muito bem orientada, tem o seu estilo de jogo. E, é nesse estilo de jogo em que estaremos atentos para que nas transições defensivas não sejamos surpreendidos. Teremos de estar atentos e concentrados, para que os intentos do adversário não saiam como pretende”, preveniu.

Com excepção do avançado Bongó (falha o segundo jogo na época), Mário Soares tem à disposição os restantes integrantes do plantel para o duelo desta tarde.
BENIGNO NARCISO - LUBANGO