Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sem margem para erros

Betumeleano Ferro - 22 de Novembro, 2018

Tricolor defronta esta tarde no 11 de Novembro o Saurimo FC

O Petro de Luanda tem esta tarde, 16h00, no 11 de Novembro, mais uma oportunidade para alargar a sua liderança no Girabola Zap 2018/2019 ante o Saurimo FC, um adversário temível, capaz de surpreender, como já fez com o também candidato Recreativo do Libolo.
A precisar de triunfos e todos os pontos possíveis, para provar que essa é a sua hora, os tricolores sabem da importância de fazer a melhor colheita possível de pontos, pois o jogo de antecipação, que fez com o Sporting de Cabinda (4ª jornada), não resultou na fuga alargada.
Agora que os demais oponentes também vão entrar em cena, a equipa tricolor tem mais responsabilidades, ou ganha ou se deixa apanhar ou ultrapassar pelos rivais. Todos os cenários são possíveis, mas é ponto assente que o Petro de Luanda só está interessado no melhor deles, mais um motivo para acreditar que os tricolores vão aumentar o passo, para não dar margens ao adversário.
O êxito do Saurimo FC diante do Libolo veio em boa altura, porque deixa o Petro sem desculpas, a equipa da Lunda Sul já fez a sua parte, por isso já não precisa mais de ser apresentada no 11 de Novembro, vem a Luanda com a ambição de voltar a sorrir, contra um dos grandes do futebol nacional.
As equipas orientadas por Kito Ribeiro, treinador do Saurimo, têm sempre a mesma identidade, ainda bem que é assim, porque isso vai obrigar os tricolores a esticarem-se em campo, porquanto vão ter pela frente um oponente capaz de apresentar diferentes variantes competitivas, para atingir os seus objectivos.
O Petro de Luanda tem muito mais recursos no seu plantel do que o Saurimo FC, mas o jogo anterior com o Sporting de Cabinda ensinou a Beto Bianchi e pupilos, que precisam de boas obras, ou seja, a qualidade tem de fazer a diferença na hora de subjugar o adversário, quando a equipa é incapaz de usar os trunfos que tem, ou quando os usa tarde demais, fica pelas intenções e desperdiça pontos.
A vantagem no marcador, no final dos 90 minutos, é a única meta a alcançar para as duas equipas, mas fica claro que as metas diferentes, que os oponentes perseguem no campeonato, faz com que olhem de maneira diferente para as incidências do jogo.
Se para o Petro é vitória e acima de tudo vitória, algo contrário vê o Saurimo, se não der para somar 3, o pontito vai ser melhor do que a derrota.
O campeonato mal começou, com poucas jornadas ainda é cedo demais para as equipas estarem tão competitivas como desejam, ainda assim, quer o Petro, quer o Saurimo, estão apercebidos que tudo de bom ou de mau que suceder nas rondas inaugurais, também vai ter consequências no futuro. Como é fácil de entender, os tricolores são os únicos que vão esta tarde ao 11 de Novembro pressionados a esticar a corda, para que ela rebente do lado mais fraco, ou a lei do mais forte aparece de imediato em campo ou a demora pode fazer com que o forasteiro ganhe motivação e se torne imbatível.
Um candidato ao título pensa sempre alto, mas tem de ser sempre prudente, é normal que até no balneário do Saurimo FC seja consensual que o Petro de Luanda é favorito, mas isso é teoria e nada mais. Como o jogo vai começar empatado a zero, vai ser importante ver como os tricolores vão se comportar para chegar a vantagem.
Uma postura atacante é o que todos esperam dos tricolores, o estatuto da equipa e a meta do título empurram de imediato o Petro de Luanda para frente, ainda assim, vai ser também fundamental não dar muitos espaços ou muitas possibilidades, para o Saurimo FC tirar bom proveito do contra-golpe.
As perdas de bola fazem parte de um jogo, mas é aqui onde o Petro de Luanda vai ter de ser cauteloso, se expor demais às suas costas vai sentir mais dificuldades de ganhar o jogo. É sim verdade que quem não arrisca não petisca, ainda assim é possível atacar com segurança sem correr riscos desnecessários.

Tony desfalca tricolores

A ausência do médio Tony é  destaque na equipa do Petro Atlético para o jogo desta tarde às 16h00, no Estádio 11 de Novembro, com a equipa do Saurimo FC.
O técnico Beto Bianchi lamenta a ausência do atleta brasileiro, assim como dos outros jogadores que recuperam das respectivas lesões, porém, mantém a confiança num resultado positivo.
"O Tony foi dispensado para resolver problemas familiares no Brasil, por isso, não podemos contar com ele. Estão, também, de fora deste jogo, mas por lesão, o central Hélio e médio trinco Manguxi", asseverou.
Sublinhou que o camisola 10 "mostra sinais de recuperação, estamos muito satisfeito com a sua vontade. Ele ficou muito tempo parado, mas a equipa médica está a trabalhar para a rápida recuperação,  ele tem ajudado muito nesse sentido", revelou.
Ainda assim, o técnico promete apresentar uma equipa competente diante dos lundas, de formas a sair do relvado com mais uma vitória, rumo ao objectivo traçado para esta época. Afirmou, que ao longo da semana, o grupo deu uma resposta positiva tanto no capítulo físico, como no táctico.
"Tomamos todas as cautelas, o adversário está a fazer bons jogos e acredito, que esse não foge à regra. Vamos encarar a partida com muita responsabilidade, porque o mais importante é ganharmos", disse.

Manuel Neto