Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Soares quer onze determinado

Benigno Narciso, no Lubango - 30 de Abril, 2018

Fotografia: Edies Novembro

O treinador Mário Soares, do Desportivo da Huíla, promete alinhar o \"onze\" à altura  das exigências, durante os 90 minutos, para que o objectivo de vitória no duelo diante do Petro de Luanda, seja alcançada esta tarde. 

“Estamos no Girabola e temos de estar preparados para o calendário e enfrentar o adversário. Temos de recuperar a equipa, não há tempo para treinar, até para recuperar. Vamos estudar a forma do Petro jogar e procurar aplicar em campo o que nós não  aprimoramos com treinos”, disse.

Referiu, que o resultado desfavorável -1-0 no jogo com o 1º de Agosto, já faz parte do passado. Por isso, ripostou que o pensamento está centrado no Petro de Luanda.

O central e capitão da equipa Chiwe e o guarda -redes camaronês Kissy constituem as principais dores-de-cabeça do técnico Mário Soares, para o desafio pela preponderância dos dois atletas na manobra do conjunto.     
 
“Temos o Chiwe. Vamos ver se também recuperamos o Kissi. Mas não temos outros elementos, ainda não temos o relatório do departamento médico. Creio, que a lesão do Kissi seja recuperada, mas não deixam de ser dois casos que nos preocupam ”, descreveu.

O Desportivo da Huíla no sábado terminou a preparação para o duelo com o Petro de Luanda, realizou trabalho teórico e observação de alguns jogos do adversário, como forma de se potenciar de conhecimentos sobre a forma de actuar dos tricolores e evitar sobrecargas físicas com a realização de treinos “exaustivos”.

Mário Soares apontou que o plano alternativo de preparação visou evitar fadiga no seio da equipa.