Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

"Somos uma equipa do povo"

Pedro Augusto - 24 de Setembro, 2018

Kangamba diz estar preocupado com a contratao de novos atletas e no com calnias

Fotografia: EDIES NOVEMBRO

A direcção do Kabuscorp do Palanca tem disponível quatro bilhões de kwanzas, para a participação da sua equipa principal de futebol no Girabola Zap 2018/2019, que arranca em Outubro, informou o seu proprietário e presidente de direcção, Bento dos Santos  “Kangamba”.
O presidente do Kabuscorp do Palanca falava no sábado ao Programa “Quintalão do Desportiva”, da Rádio 5, em reacção às informações postas a circular nas redes sociais, que davam conta da desistência do clube no próximo Girabola Zap. O dirigente disse que  a equipa  principal de futebol vai ser orientada pelo português Paulo Torres, ex-treinador do Interclube, \"está bem de saúde\", por isso, tem condições para competir na nova época. 
“O orçamento do Kabuscorp, para o novo Girabola Zap (2018/2019), é de quatro bilhões de kwanzas. Não vou falar em dólares, para não assustar as pessoas. Por isso, deixem-nos trabalhar, porque somos uma equipa do povo, das massas, de bairro, não podem comparar-nos aos outros clubes. As pessoas devem respeitar o Kabuscorp”, disse.
A nova temporada do Kabuscorp, segundo Bento Kangamba, começa na quarta-feira, em Luanda, com a realização de exames médicos,  a direcção aguarda apenas a chegada do treinador Paulo Torres, que se encontra em gozo de férias em Portugal.
“Temos tudo preparado para os trabalhos da nova época. Os hotéis e campos para o alojamento e treinos da equipa estão pagos. Estamos , apenas, à espera do treinador Paulo Torres que está de férias, no seu país (Portugal). Na quarta-feira começam os exames médicos, em Luanda”, disse.
A conquista do título do Girabola Zap 2018/2019 é a grande aposta do Kabuscorp do Palanca, cuja equipa vai sofrer uma “grande revolução”, com a saída de muitos jogadores e a entrada de outros tantos, segundo o presidente Bento Kangamba.
“O Kabuscorp é o único clube que vai jogar nas outras províncias, de avião fretado que fica à espera da equipa e regressa no mesmo dia. Tal, como os outros clubes, também tem problemas. Por isso, não estamos preocupados com o que as pessoas dizem nas redes sociais, a nossa preocupação é com os reforços, não com a desistência. Estamos a trabalhar na lista dos jogadores, que o treinador pediu,  posso dizer que muitos já assinaram”, revelou.

REACÇÃO 
Bento Kangamba nega desistência 


O presidente do Kabuscorp do Palanca, Bento dos Santos  “Kangamba”, desmentiu, em Luanda, informações postas à circular nas redes sociais, que dão conta da desistência do clube no próximo Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão. 
Bento Kangamba, durante uma entrevista à Angop, considerou essas informações caluniosas e maldosas, por não reflectirem a realidade da agremiação e lamenta a atitude de autor desconhecido.
“Asseguro, não haver qualquer intenção nem motivos para o clube fechar as portas, perante os inúmeros desafios traçados para o futuro”, esclareceu e  reiterou os objectivos da agremiação, que passam pela preservação da marca e do prestígio conquistado pelo Kabuscorp no futebol angolano e internacional, lembrou que o clube já marcou presença numa edição da competição africana, fruto da conquista do título do Girabola em 2013.
Reconfirmou, para o próximo Girabola Zap, a contratação do técnico português Paulo Torres, que no campeonato passado comandou o Interclube , assim como a aquisição de novos jogadores nacionais e estrangeiros, sem indicar nomes.
Informou, ainda, que estão ultrapassadas as questões administrativas juntos da Federação Angola de Futebol (FAF), que impediam a contratação de nova equipa técnica e jogadores.
Bento Kangamba aproveitou a ocasião para felicitar o 1º de Agosto, pela qualificação às meias-finais da Liga dos Clubes Campeões de Africanos, depois de ultrapassar o TP Mazembe da República Democrática do Congo (RDC).