Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sporting coloca Domant FC na "Segundona"

Joaquim Suami-Cabinda - 28 de Setembro, 2015

Leoninos de Cabinda relanam esperanas com a vitria de duas bolas a uma sobre a formao do Bengo

Fotografia: Antnio Soares

Com golos do avançado Zeca, aos 15´,  e do médio ofensivo Trésor, aos 67´, o Sporting de Cabinda derrotou ontem, nesta cidade, no Estádio Municipal do Tafe, o Domant FC, por duas bolas a uma, em desafio pontuável para a 27ª jornada do Girabola, enquanto o golo da formação do Bengo foi aponatado pelo médio Abel Manfuila, aos 79´. Uma vitória que alimenta as esperanças dos leões do Norte em continuar a competir no Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão. Ou seja, os três pontos facilitaram a tarefa que pode ser definida na próxima quarta-feira, quando defrontar o Progresso Sambizanga.

O Sporting de Cabinda a jogar em casa, sob pressão dos adeptos, que lotaram o estádio do Tafe, entrou a pressionar o último reduto da formação do Domant FC. Aos 4 minutos, os leões do Norte deram o primeiro aviso à baliza do Lamy de que precisavam vencer o desafio. Porém, no minuto a seguir o Domant FC respondeu com a mesma intensidade. Com um meio-campo forte, em que sobressaiam Macaia e Trésor, os grandes distribuidores de jogo, o Sporting de Cabinda criou imensas dificuldades à zona defensiva da formação do Bengo que jogou bastante cautelosa.

Ainda assim, o conjunto às ordens de Manuel de Oliveira "Nguami", apesar de jogar fora de casa, pressionou a zona defensiva do Sporting de Cabinda, mas, num contra- ataque rápido dos leões do Norte e falha do defesa Litão na recepção da bola, o avançado Zeca aproveitou da fragilidade do mesmo para inaugurar o marcador, aos 15 minutos.Após o golo, o Sporting de Cabinda avançou para o ataque sem dar grandes hipóteses do Domant FC jogar à vontade. Contudo, como é habitual, vimos o Sporting de Cabinda recuar após ter marcado.

Os pupilos do técnico Lusaduso Medart decaíram de produtividade, o meio-campo apresentava grandes fragilidades, o Domant FC reagiu e avançou para o ataque, mas sem êxito.Na etapa complementar, em que os dois técnicos mexeram os seus plantéis, notou-se um grande ascendente por parte do Sporting de Cabinda que procurava a todo o custo ampliar o marcador. Os leões do Norte, mesmo a ganhar, mostravam fragilidades em campo, o que permitia o Domant FC subir no terreno.

Com gritos e assobios dos adeptos, o Sporting de Cabinda acordou e num contra-ataque ganhou um penálti concretizado pelo médio ofensivo Trésor, aos 67´. Após o golo, os leões acreditaram que podiam ampliar o marcador, mas, infelizmente para eles, isso não aconteceu, porque o Domant FC organizou-se em todos os sectores e com a entrada do jovem Messi reduziu o resultado por intermédio do médio Abel Manfuila, aos 79´. Com o golo marcado, o Domant FC avançou para o ataque, o Sporting de Cabinda recuou para defender, mas a formação do Bengo pressionava os leões do Norte sem êxito.

ARBITRAGEM
Trabalho sem influência


O Árbitro Hélder José efectuou um trabalho razoável ontem, no estádio do Tafe, na conclusão da 27ª jornada do Girabola 2015. O juiz teve uma excelente postura em campo, principalmente, na primeira parte do desafio em que impôs disciplina aos jogadores e apitou faltas nos momentos certos. Apesar na segunda parte do jogo ter falhado em alguns momentos, demonstrou que esta preparado para apitar jogos da 1ª Divisão. Desempenho sem qualquer influência no desfecho final da partida.

MELHOR JOGADOR
Brilho de Zeca


O avançado Zeca, do Sporting de Cabinda, foi o melhor jogador em campo. O atleta leonino, para além de ter marcado o golo inaugural da partida, aos 15 minutos, foi decisivo na vitória dos leões do Norte sobre a formação do Domant FC do Bengo. O atacante leonino correu, desarticulou adversários, movimentou-se bem, fez passes oportunos e levou a equipa para o ataque. Diga-se, em abano da verdade, que o avançado esteve inspirado no desafio, não se inibiu com os defesas do Domant FC, furou a barreira e marcou o golo que colocou em vantagem o Sporting de Cabinda no jogo.

OPINIÃO DOS TÉCNICOS
“Podemos sonhar”

Lusaduso Medart (Sporting)
“O objectivo do clube era o de alcançar a vitória. A equipa jogou  bem, apesar de nos últimos minutos os jogadores terem perdido o controlo, mas conseguimos os três pontos em casa. Valeu a vitória. Aliás, jogámos com uma equipa que está aflita, por isso tínhamos que ter cuidado, agora, com esta vitória podemos sonhar com a  permanência no Girabola”.


“Estivemos mal”


Manuel de Oliveira  (Domant)“O nosso objectivo era o de conseguir os três pontos em Cabinda, mas, infelizmente, não conseguimos. O Sporting de Cabinda defendeu-se bem. Estivemos mal no princípio mas na segunda parte melhoramos e fruto deste empenho marcámos um golo. É de lamentar o que vimos do árbitro e dos apanha-bolas, demonstraram um comportamento negativo. D resto, está de parabéns a equipa da casa que conquistou os três ponto para engrossar o que lhe falta e foi justa a vitória. O jogo foi equilibrado, as duas equipas jogaram bem”.