Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sporting de Cabinda quer travar 1 de Agosto

Betumeleano Ferro - 04 de Julho, 2018

1 de Agosto recebe o Sporting e espera manter a senda de vitrias

Fotografia: Vigas da Purificao

O 1º de Agosto vai começar a caça ao leão, às 17h30, com o único propósito de alargar a vantagem sobre o perseguidor Petro de Luanda, que mais uma vez entra em cena um dia depois. O Sporting de Cabinda tem feito uma grande campanha, sendo por isso, o adversário ideal para forçar o campeão a mostrar os galões e evitar o desperdício de mais pontos, uma jornada depois de regressar aos triunfos e deslocar-se do rival.

Uma vitória dos rubro negro vai confirmar o retorno aos bons hábitos do passado. A bonança vai sossegar o adepto, que nessa segunda volta desesperou com a onda de empates seguidos e colocaram a equipa em xeque. 

Agora que o caminho das vitórias voltou a ser trilhado com competência, há todos os motivos para acreditar que os militares vão querer tudo, menos dar chances aos leões de entrarem na disputa dos pontos.

Até certo ponto, o 1º de Agosto e o Sporting de Cabinda, têm contas a ajustar, já que o período negro do campeão nacional começou com o empate extramuros, diante do adversário desta tarde. Ainda bem que é assim, porque agora chegou o momento ideal para as duas equipas tirarem a prova dos nove.

Os militares vão querer provar que, da outra vez, foi uma mera questão de falta de inspiração, enquanto os leões pretendem demonstrar que foi tudo menos obra do acaso. O desempenho competitivo das duas equipas está a ser marcado por altos e baixos, mas na altura certa conseguem ser regulares, motivo por que estão tranquilos na classificação. 

Depois da estrondosa vitória sobre o Kabuscorp do Palanca, o 1º de Agosto deu um chute na crise de empates e um novo passo em falso no campeonato está fora de questão. Sem pernas para aguentar a passada larga dos papões, o Interclube de Angola vai tentar aumentar o desespero do histórico 1º de Maio de Benguela. O jogo começa às 15h00, no 22 de Junho, com os donos de casa forçados a fazerem o pleno. A fase actual é das mais alarmantes da temporada, motivo que força os polícias a mostrarem toda a autoridade que têm, para silenciar os proletários. A cada jornada que passa, a equipa da casa fica mais sem fôlego para permanecer na corrida do título. 

O 1º de Maio está a perder a esperança da manutenção. As jornadas passam e nada de bons resultados. A deslocação ao 22 de Junho tem de ser proveitosa, caso contrário, o alarme vai ser accionado, porque o campeonato está na fase das decisões e não têm encontrado argumentos para justificar a permanência no Girabola ZAP.