Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Sporting quer repetir o feito

Joaquim Suami| Cabinda - 16 de Agosto, 2015

Formao sportinguista reconhece o bom momento de forma dos campees nacionais mas acredita num bom resultado

Fotografia: Antnio Soares/Cabinda

O capitão do Sporting de Cabinda, Nani, reconheceu ontem, nesta cidade, que esperam encontrar imensas dificuldades, quando receberem, hoje às 15H30, no estádio do Tafe, o Recreativo do Libolo, equipa mais regular do Girabola.

O atleta revelou que apesar do favoritismo do adversário, esperam pontuar em casa para materializarem o objectivo traçado, que passa em não perderem pontos nos jogos na condição de anfitrião.

“O Recreativo do Libolo tem uma equipa excelente, até agora, o conjunto de Calulo apenas perdeu uma vez na presente época e se estão em primeiro lugar, é porque são fortes. Temos que respeitar este principio, mas a verdade é temos que fazer tudo em campo para superarmos o líder do Girabola”, augura.

Adiantou que o grupo está concentrado e confiantes em alcançarem o propósito que pretendem e repetirem o feito da primeira volta, em que os leões do norte venceram por três bolas a duas, em pleno estádio de Calulo.

“O nosso principal objectivo é vencermos o jogo, aliás, queremos repetir o efeito conseguido na primeira volta em que derrotamos o Libolo em sua casa. A nossa ambição é continuarmos a trabalhar para melhorarmos a nossa prestação”, referiu. Frisou que devido aos maus resultados que o Sporting de Cabinda tem atravessado no Girabola, o treinador tem trabalhado no sentido do plantel tornar-se mais coeso e sem receio de competir com qualquer adversário.

“O técnico Lusaduso Medart tem transmitido muita força ao grupo, principalmente nesta fase crítica de resultados que estamos atravessar. Aliás, a mensagem do professor tem ajudado bastante o plantel nos momentos difíceis. O jogo com o Recreativo da Caála está ultrapassado e estamos agora a pensar no jogo com o Libolo”, explicou. Apelou aos adeptos do Sporting de Cabinda a continuarem a acreditar nos jogadores do clube, porque a presença da massa associativa em campo transmite força e confiança no grupo, o que ajuda a equipa somar sempre vitórias.

“Peço aos adeptos do Sporting de Cabinda para continuarem a confiar nos jogadores, porque num jogo tem três resultados possíveis, vitória, empate e derrota. Por isso, todos devemos estar unidos para que o Sporting de Cabinda consiga permanecer no Girabola”, sustentou. Recordou que na qualidade de único representante da província na maior prova futebolística nacional, é importante que todos estejam unidos. “Somos a única equipa da província nesta competição, por isso, o apoio de todas as forças vivas é importante.

No desporto, hoje podemos estar alegres com as vitórias e amanhã tristes com as derrotas”, ressaltou.


TÉCNICO DO LIBOLO
“Os nossos atletas
prometem desforra”


O técnico do Recreativo do Libolo, João Paulo Costa afirmou, nesta cidade, no sessão de reconhecimento a relva sintética do estádio do Tafe, que o principal objectivo da formação que orienta é de vencer o Sporting de Cabinda.

Reconheceu as dificuldades que a sua equipa vai enfrentar, mas sublinhou que a ambição dos seus atletas é de desforrar o resultado verificado na primeira volta, em que perderam por três bolas a uma, a única derrota até ao momento no Girabola.

“Na primeira volta perdemos com o Sporting de Cabinda e viemos mais cedo para invertemos o quadro, ou seja, vencermos o desafio.

Trabalhámos arduamente para somar os três pontos. Aliás, o nosso objectivo é de vencermos todos os jogos, apesar das dificuldades que podemos advir ao longo da partida. Estamos cientes dos obstáculos que vamos encontrar , mas estamos confiantes”, disse.

Referiu que o sucesso das vitórias que o líder do Girabola tem somado, deve-se a competência dos jogadores, do corpo técnico, da direcção e do trabalho colectivo desenvolvido no plantel. Acrescentou que, o Libolo tem trabalhado para melhorar a sua prestação em cada jogo, embora, os adversários almejam vencer o Libolo.

Apesar do favoritismo do Libobo, João Paulo reconheceu que o Sporting de Cabinda é uma equipa forte e procura atingir o objectivo de vencer o desafio, mas, “o Libolo tudo vai fazer para contrariar todas as intenções da equipa adversária”, esclareceu.