Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Tcnico trabalha mentalidade do plantel

BENINGNO NARCISO- LUBANGO - 31 de Agosto, 2017

Desportivo da Hula espera ascender mais um degrau na tabela de classificao

Fotografia: Santos Pedro |Edies Novembro

O técnico do Desportivo da Huíla, Mário Soares, aposta na elevação da mentalidade dos atletas, por formas a adequar o nível de compreensão às qualidades técnicas e tácticas que o plantel produz. Satisfeito com o volume de jogo ofensivo e a solidez na defesa, o treinador referiu que a grande debilidade reside na fraca capacidade e  ausência de concentração na ligação entre os sectores, aliaa a fraca eficácia na finalização.

“Temos de trabalhar, principalmente a mente dos jogadores, porque qualidade e mobilidade existe no seio da equipa. Não é por acaso, que a equipa cria situações de golo, mas falta a mentalidade para o último toque, como e quando fazer. Isso, é que temos de trabalhar”, identificou.

Revelou, que o conjunto interpreta sempre de forma positiva a ideia de jogo transmitida pela equipa técnica nas sessões de treino, e explana no rectângulo de jogo as jogadas de “laboratório” ensaiadas durante os trabalhos de campo. Contudo, a indignação recai na fraca capacidade de finalização, que continua a ser o grande foco negativo.

“A equipa joga sempre com jogadas de laboratório, naquilo que trabalhamos durante os treinos. Neste sentido, os garotos vão compreendendo aquilo que nós queremos, mas como disse, continua a faltar a mentalidade para o último toque”, lamentou.
Para alcançar os níveis que se pretende alcançar, o equilíbrio desejado entre a mentalidade e as qualidades técnicas e tácticas da equipa, o técnico garantiu disponibilidade total e entrega para um trabalho capaz de inverter o quadro indesejado, que assola a formação afecta à Região Militar Sul.

“Ainda assim, estamos aqui para suar a camisola, dar o nosso saber em prol do nosso clube e desta forma, a gente tem a esperança de mudar a nossa prestação nos próximos jogos”, garantiu. Depois do triunfo moralizador (1-0), em casa, na recepção ao 1º de Maio de Benguela, no domingo a contar para a 22ª jornada do Girabola Zap 2017, a equipa está apostada no desafio de deslocação ao Moxico para defrontar na próxima jornada o FC Bravos do Maquis,  para a 23ª ronda da prova.

Com o triunfo sobre o 1º de Maio, o Desportivo da Huíla que é a única representante da província no Girabola Zap 2017 ascendeu da 11ª posição para a nona, um passo importante na luta pela permanência na prova, situação que motiva o grupo de trabalho para o próximo compromisso.